Publicidade
Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2021 | você está em »principal»Notícias»Geral
Publicado em 04/12/2020 às 09h21
Mais de 450 mil pessoas tiveram o WhatsApp clonado ou falsificado no Brasil em outubro
Milena Abreu / Agência do Rádio2
Ilustração
Ilustração
WhatsApp: o mensageiro está instalado, segundo estimativas, em 99 de cada 100 smartphones do país

Todos os dias, milhares de brasileiros têm a conta de WhatsApp clonada. O mensageiro é um dos aplicativos preferidos do brasileiro. Está instalado, segundo estimativas, em 99 de cada 100 smartphones do país.

E o mais recente levantamento do dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da PSafe, indica que ao menos 453 mil brasileiros tiveram a conta de WhatsApp clonada ou falsificada no mês de outubro. Ou seja, uma média de 14 mil e 600 golpes por dia.

A clonagem do WhatsApp é o golpe em que criminosos conseguem assumir controle da conta de uma pessoa. 

Já a falsificação é quando os fraudadores se valem de informações encontradas, por exemplo, nas redes sociais das vítimas e conseguem mapear contatos próximos. Neste caso, criminosos criam uma nova conta de WhatsApp, usando foto e informações pessoais da vítima, e enviam mensagens para amigos e parentes, dizendo que trocaram de número e que precisam de dinheiro.

As táticas para clonar ou falsificar contas no mensageiro variam bastante, mas o objetivo é sempre o mesmo: pedindo dinheiro informando, claro, uma conta fraudulenta para depósito dos valores. Por isso, é importante se proteger.

Para que sua conta de WhatsApp seja clonada e deixe de funcionar no seu telefone, passando, a funcionar em outro aparelho, o golpista precisa, além do número do seu celular, do código de autenticação do WhatsApp - o que geralmente conseguem por meio de uma ligação, com discurso mentiroso. Por isso, jamais informar o código de autenticação do aplicativo a terceiros.

É ideal também ativar a "confirmação em duas etapas" nas configurações do WhatsApp, garantindo uma camada extra de proteção para a sua conta.

Já para se proteger de falsificações, seja no mensageiro ou em qualquer outro aplicativo, evite compartilhar informações pessoais nas redes sociais, como número de telefone, endereço e parentescos.

E se receber mensagem pelo aplicativo pedindo dinheiro, seja de familiares ou amigos, desconfie. Antes de efetuar o depósito, tente ligar e falar com a pessoa para se certificar sobre a veracidade da mensagem.

Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

27 JAN
Publicidade
Notícias
facebook
Blogs
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: