Sábado, 07 de Dezembro de 2019 | você está em »principal»Blogs»Justiça Diária
Publicado em 29/11/2019 às 15h16
Um Exemplo a Seguir


PAULO DE TARSO CASTRO CARVALHO

A mobilização popular vista por conta de dois títulos seguidos do Flamengo foi extraordinária e empolgante. Centenas de torcedores foram ao vizinho Peru, outros tantos, em estádios espalhados pelo país, irmanados em interesse comum; famílias foram reunidas, até mesmo rivais dos campos, entendiam que o clube carioca também representava uma Nação. 

Após o evento esportivo as ruas da 'cidade maravilhosa' foram tomadas por milhares de simpatizantes que ovacionavam os jogadores, do elenco, antes coletivo de artistas, hoje para times de futebol. O ônibus foi cercado, um cordão de isolamento foi necessário para a preservação da ordem e da integridade física das pessoas. Houve desfile em carro aberto, e até mesmo o técnico português foi laureado com o título de cidadão. 

De fato, um grande exemplo de união de propósito. Pena que para outras manifestações populares, que buscam criar um Estado provedor dos anseios populares, aspirações e desejos por melhor saúde, educação, segurança no combalido Estado do Rio de Janeiro e outros mais, não contem com tamanha adesão popular tão útil e necessária para fazer mover governantes inativos, que ao tomarem posse logo esquecem-se das pautas de campanha eleitoral e são seduzidos pelo populismo que pode até trazer resultados imediatos, mas não sustentáveis. 

Até mesmo o maior mandatário do estado carioca deslocou-se até Lima. Além de assistir e torcer pela vitória, fez mais, ao abraçar o artilheiro do certame mesmo a contragosto do herói do jogo. Avançou sua excelência na comemoração após o título, o que faz lembrar a famosa frase que dizia "que o futebol é ópio do povo", nas palavras do saudoso e inesquecível Nelson Rodrigues. 

Em momentos de precipitação política, especialmente naquele estado fluminense, nada melhor que um ou dois títulos e muitos gols de um time de futebol que mantém adeptos em todos o território nacional. 

Oxalá pela educação familiar, pela educação básica integral, pelo estudo da política e, principalmente, pelo exame acurado da Constituição Federal, pródiga em direitos e escassa em deveres individuais e coletivos, a massa  eleitora ou não se mobilize com igual intensidade pós título futebolístico e passe a exercer de fato e de direito a cidadania, pilar principal do desenvolvimento nacional.

*Paulo de Tarso Castro Carvalho é advogado especialista, mestre em direito e professor universitário.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

07 DEZ
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
Justiça Diária

Dr. Paulo de Tarso Castro Carvalho é advogado, mestre em direito e professor universitário. Contato: (12) 3951-0920


E-mail do autor: pctarso@aasp.org.br
Arquivo
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: