Publicidade
Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2021 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 04/05/2018 às 14h53
Preconceito, Discriminação e Racismo


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

Racismo, discriminação e preconceito são termos próximos, mas que possuem conceitos ligeiramente diversos, cada qual com consequências jurídico-filosóficas diferentes.

Preconceito é a geração de uma ideia com base em regras de experiência. Ao presenciar fatos e somar ensinamentos, todos os seres humanos desenvolvem preconceitos ao longo de sua vida.

Ao envolver acentuado grau de generalização, muitas vezes o preconceito resultará em erro. Como exemplos, revistas policiais em inocentes, ou talentosa promessa futebolística prematuramente dispensada em peneira por ser de baixa estatura.

Todavia, por despertar um senso de autopreservação, nem sempre o preconceito é nocivo, pois uma desconfiança adequada pode prevenir um grave dano. É o que acontece diariamente com muitos consumidores que escapam de estelionatários por pressentirem, mesmo sem total certeza, que a transação proposta é um golpe.

Diversamente do preconceito, a discriminação só possui face cruel, já que se cuida de uma rígida concepção de mundo que exclui ou menospreza o próximo sem fundados motivos, ou por razões irracionais, como o ódio e a frustração.
 Destratar alguém pela cor da pele ou origem étnica de seus antepassados é discriminação, conduta inaceitável, a merecer censura comunitária, amparo social à vítima e severa punição civil e penal do infrator.

Costuma-se chamar de racismo a específica discriminação pela cor da pele, mas o termo está equivocado. Nossa raça é uma só ('Homo sapiens') e abarca todas as características físicas de cabelo, pigmentação e traços do ser humano.

Além de não ser critério racial, a tez escura não pertence a uma etnia específica, eis que existe além da África. É presente em parte dos povos indígenas, hindus, japoneses e árabes. Assim como há muitos africanos autóctones de pele clara, como os líbios, tunisianos, argelinos, egípcios e marroquinos.

Portanto, ao pé da letra, só deveria ser chamada de racismo a discriminação humana em relação aos seres vivos de outras espécies da Natureza, como a recente matança de micos por rurícolas ignorantes que os consideram responsáveis pela transmissão da febre amarela.

Preconceito, discriminação e racismo diminuirão à medida que as pessoas tiverem mais consciência sobre si, seu semelhante e o mundo.

Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

26 FEV
Publicidade
Notícias
facebook
Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: