Publicidade
Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2021 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 27/07/2018 às 15h12
Pirotecnia nos caixas eletrônicos de Jacareí


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

Pelo interior paulista afora, quadrilhas fortemente armadas explodem caixas eletrônicos e destroem agências bancárias até mesmo com escavadeiras. O contingente policial de plantão na madrugada quase sempre é insuficiente para conter a sanha desses perigosíssimos roubadores. 

Esse triste fenômeno que assola pacatas cidades igualmente atemoriza nossa progressista e abastada Atenas Paulista, costumeiramente enfunada de cofres abastecidos, resultado da féria do árduo suor dos industriários afonsinos.

Tudo começou faz alguns anos. Em arrojada empreitada criminosa, bandidos detonaram bananas de dinamite no caixa eletrônico do Banespa, na esquina da Prefeitura, ao lado do ponto de ônibus. Uma pena para a clientela, que perdeu a comodidade proporcionada.

Tempos depois, o maior posto de combustíveis da Avenida Nove de Julho também desativava seu quiosque do Banco 24 Horas, por motivos de segurança. Azar do comerciante, que recebia em grana viva pelo tanque cheio.

Mais recentemente, a agência do Banco do Brasil do Largo do Rosário passou a trancar a porta de vidro que dava acesso às suas numerosas máquinas de autoatendimento, durante os finais de semana e feriados.

Por conta da insegurança patrimonial, o correntista está cada vez mais sem opções de saque fora do expediente das agências bancárias. O papel-moeda tende a desaparecer. Será em pouco tempo substituído pelo dinheiro desmaterializado, os cartões com senha.

Enquanto se espera a modernidade, os congressistas federais criaram a Lei nº 13.654, de 23 de abril de 2018, que agravou as penas para roubos cometidos mediante explosão de caixas eletrônicos ou demolição de estabelecimentos financeiros.

Sem adentrar na seara da valiosa coluna jurídica, assinada com rútilo pelo notável doutor Paulo de Tarso, referido diploma legal merece menção honrosa pela inusitada criatividade dos denodados parlamentares brasileiros.

A lei tratada obriga os bancos a instalarem artifícios de inutilização das notas cobiçadas pelos bandidos, em caso de arrombamento, movimento brusco ou alta temperatura, tais como pirotecnia. Sério, está no art. 2-A, § 1º, IV.

Solução perfeita para Jacareí, notabilizada como município onde surgiu a fábrica de fogos Caramuru. Os assaltantes de banco doravante que se cuidem. Com leis assim, não tem como dar chabu. 

Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

26 FEV
Publicidade
Notícias
facebook
Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: