Publicidade
Quarta-feira, 12 de Maio de 2021 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 09/11/2018 às 14h29
Novembro Negro


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

Segundo o crítico literário português Fernando Alves Cristóvão, 'cultura é o novo nome da propaganda'. A ênfase monocromática da direção cultural afonsina confere razão ao intelectual.

Novembro será um mês de muitas atividades promovidas pela Fundação Cultural de Jacareí, basicamente voltadas para fabricar contrastes sociais com a mamadeira pública.

Dois domingos novembrinos (04 e 18) serão dedicados, no prédio da diretoria de cultura, a uma roda de conversa sobre políticas públicas voltadas para a população negra.

Na última segunda-feira de novembro (26), outra palestra com o instigante tema 'Racismo Institucional' ocorrerá na Sala Mário Lago. É a oportunidade de ouro para o munícipe conhecer melhor o assunto.

Os recursos da cultura municipal também serão concentrados nos gastos de promoção da capoeira, a arte marcial genuinamente brasileira, durante este mês de novembro, segundo a agenda da Fundação.

No dia 17, haverá folia de capoeira. Três dias depois, teremos capoeira na Aspad. E, no fim de novembro, apresentar-se-á na Praça Raul Chaves a roda de capoeira inclusiva.

Para reforçar os eventos voltados à minoria, duas exposições permanecerão mês afora, no átrio da diretoria de cultura e no Museu de Antropologia. A 'Raízes da Fé' é de artes plásticas e retrata as religiões de origem africana. A outra se intitula 'Da África ao Brasil', sem especificação do conteúdo na agenda cultural.

A missão governamental estaria mais cumprida se a ênfase das atividades da Fundação fosse realmente cultural, em vez de predominantemente dedicada ao financiamento da panfletagem enviesada. 

Toda a população de Jacareí (notadamente a estudantil) mereceria saber quem são os verdadeiros heróis afro-brasileiros soterrados pelos perversos manuais do MEC, que nos bestializaram por décadas de ensino bem mais ideológico que histórico.

Muitos jovens (de diferentes tonalidades de pele) engajados em movimentos sociais de subnutrido cabedal desconhecem quem foram os afrodescendentes Luís Gama e Dragão do Mar. Seria muito bom se conhecessem, pois esses vultos marcantes personificam o desenvolvimento patriótico pelos valores da emancipação, educação e trabalho.

É chegada a hora de puxar um extrato da 'dívida histórica', para saber o quanto já foi quitado e não se pagar além da conta.

Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

12 MAI
Publicidade
Publicidade
Notícias
facebook
Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: