Publicidade
Sábado, 08 de Maio de 2021 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 26/03/2021 às 15h11
Igualdade Salarial Feminina


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

A Constituição da República Federativa do Brasil é a sexta e mais duradoura dos 131 anos da história republicana nacional (de bastante insistência e pouco sucesso). 

Ela prevê, dentre outros direitos e garantias fundamentais, em seu artigo 5º, que homens e mulheres são iguais perante a lei e deverão estar a salvo de qualquer espécie de preconceito em razão do sexo.

Na semana que passou, a seleção americana feminina de futebol foi recebida na Casa Branca pelo Presidente estadunidense, que aproveitou a ocasião para assinar uma recomendação.

O ato oficial expedido pela autoridade americana recomenda que as atletas recebam o mesmo salário que seus colegas masculinos. A manchete repercutiu e foi comemorada nos noticiários progressistas.

O texto de um canal outrora hegemônico no meio televisivo assinalou que a seleção feminina é tetracampeã mundial, enquanto os rapazes da nacionalidade nunca foram finalistas da Copa do Mundo.

Aliás, no quesito esportivo propriamente dito, até que o viés igualitário foi condescendente, pois os varões futebolistas americanos nem sequer chegaram perto da final, apesar de ganharem salário superior.

Entretanto, a lógica feminista não passa na matemática desse ramo específico de trabalho, que funciona de acordo com regras próprias do mercado de trabalho.

O futebol é um dos esportes com maior difusão mundial, que funciona à base de patrocínios para compra dos direitos de transmissão. O financiamento cresce conforme a audiência.

Enquanto o futebol masculino atrai plateia, o interesse do público pelo congênere feminino é ainda diminuto, apesar dos ingentes esforços das entidades que organizam torneios.

Já em esportes de bola leve ou dotes artísticos, a graciosidade física da mulher atrai os espectadores, como é o caso do nado sincronizado, do vôlei e da ginástica olímpica.

Existem áreas profissionais em que mulheres recebem salários muito superiores aos homens, com aceitação natural pela demanda mercadológica. Por exemplo, no mundo da modelagem fotográfica.

Ultimamente, o Palmeiras destaca-se como grande força do futebol paulista e um dos protagonistas dos gramados nacionais, graças ao apoio financeiro feminino que manda e desmanda no clube.

A mulher conquista com competência e sagacidade, não à base de canetadas presidenciais.

Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

08 MAI
Publicidade
Publicidade
Notícias
facebook
Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: