Domingo, 29 de Março de 2020 | você está em »principal»Blogs»Coisas de Cinema
Publicado em 20/12/2019 às 15h42
Ideias horizontais


RODRIGO ROMERO

Mark Sargent é apresentado no documentário 'A Terra é Plana' (2018, produção Netflix) como aquele típico quarentão solteirão que mora com a mãe, e a mãe lhe faz todos os gostos, as comidas preferidas dele, etc.

A rotina é oca, não é informado onde Sargent trabalha, ou se não trabalha. O ponto nevrálgico é a tese, teoria, defendida por ele a plenos pulmões: a Terra é plana - a bobagem que nos ensinaram lá nos tempos dos bancos escolares, a forma esférica do planeta, as imagens captadas pelos astronautas nas viagens, enfim, tudo é lorota.

E isso porque a Nasa quer esconder da população, não se sabe muito bem porque, que na verdade vivemos numa planície imensa, mas finita. Sim, aos terraplanistas existe uma borda em volta da Terra, onde ela se 'encerraria'.

Por 2 ou 3 vezes Sargent cita o filme 'O Show de Truman' (1998, com Jim Carrey), onde o protagonista praticamente vive até a fase adulta numa bolha, e não percebe. Até que um dia descobre tamanha farsa, vai até a porta (que seria a tal borda da Terra) e, sem nada a perder, abre-a e vai ao mundo real.

'A Terra é Plana' é dirigida por Daniel Clark. Ele foi bastante generoso com os personagens de seu longa-metragem. Generoso no sentido de explorar com a didática básica para tentar transmitir aos laicos o que se passa nas mentes dos defensores da teoria.

Sargent virou celebridade no meio, tem uma parceira (Patricia Steere) cuja paixão platônica é marcada por passeios, filmes em casa com pipoca e participação no programa 'Terraplanismo e Outras Batatas Quentes', veiculado no YouTube, apresentado por ela, também defensora da tese.

O documentário tem a preocupação em ilustrar as explanações com entrevistas de psicólogos, psiquiatras, cientistas (há uns crentes na teoria), os seus familiares (há os que não conversam mais com nenhum parente por conta do Terraplanismo) e os, digamos, correligionários de Sargent e seus Blue Caps.

Se você é um curioso e aberto a outras ideias, estas horizontais, vá fundo. Você se divertirá e terá algo a pensar. Duração: 96 minutos. Cotação: bom. Feliz Natal e um ótimo 2020 a todos nós!

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

29 MAR
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
Coisas de Cinema

Rodrigo Romero é jornalista desde 2001. Passou por Diário de Jacareí, Diário de Mogi e assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Jacareí. Em 2008 foi para a TV Câmara Jacareí, onde até hoje atua como apresentador e repórter. Escreve há quase dez anos, semanalmente, a coluna 'Coisas de Cinema' no Diário de Jacareí.


E-mail do autor: rodrigoromeropl@ig.com.br
Arquivo
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: