Publicidade
Segunda-feira, 18 de Junho de 2018 | você está em »principal»Blogs»Coisas de Cinema
Publicado em 08/06/2018 às 14h41
Grande Plummer


RODRIGO ROMERO

É preciso saber escolher o personagem certeiro, e mirar esse alvo pode ser uma cilada sem fim. Um exemplo de porte alto, cuja sobriedade, elegância fazem o público considerar querer assisti-lo, é Christopher Plummer. Aos 88 anos, tem no currículo obras do calibre de 'A Noviça Rebelde', 'A Queda do Império Romano' (ambos de 1964), 'O Informante' (1999).

Em 2017, o filme 'Todo o Dinheiro do Mundo' arrastou Plummer a um papel singular, que existiu na vida real: o empresário J.Paul Getty (1892-1976). Magnata do petróleo, colecionador de obras de arte, foi um dos primeiros no mundo a ultrapassar a marca de 1 bilhão de dólares de patrimônio.

'Todo o Dinheiro do Mundo' reconstitui de maneira convincente o sequestro do neto de Getty, John Paul (1956-2011), nos anos 1970. Ele ficou 5 meses em cativeiro. A mãe pediu ajuda ao patriarca bilionário, que se recusou a pagar. 'Tenho 14 netos. Se pagar pra um, terei de fazer a todos', chegou a dizer na época.

A situação se alterou quando os bandidos enviaram a mecha de cabelo do adolescente, acompanhado de um pedaço da orelha. Foram pagos 3 milhões de dólares e o menino foi libertado no fim de 1973. A fita tem a direção do grande Ridley Scott e o elenco conta com nomes como a Michelle Williams e o Mark Wahlberg.

Plummer dá show. Não à toa, foi indicado ao Oscar de ator coadjuvante. O longa-metragem ficou sob holofote também pela dispensa do ator Kevin Spacey, acusado de abusos sexuais.

Foram adicionados 10 milhões de dólares ao orçamento à inclusão de Plummer. 400 trechos foram refeitos. Tudo ocorreu em 9 dias no Reino Unido e Itália. Determinadas sequências até tiveram de ser filmadas integralmente, e Michelle e Wahlberg tiveram de voltar aos sets. Duração: 132 minutos. Cotação: bom.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

18 JUN
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
Coisas de Cinema

Rodrigo Romero é jornalista desde 2001. Passou por Diário de Jacareí, Diário de Mogi e assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Jacareí. Em 2008 foi para a TV Câmara Jacareí, onde até hoje atua como apresentador e repórter. Escreve há quase dez anos, semanalmente, a coluna 'Coisas de Cinema' no Diário de Jacareí.


E-mail do autor: rodrigoromeropl@ig.com.br
Arquivo
08/04/2017
A Prefeitura voltou a permitir o estacionamento rotativo pago, das 9h às 16h, na rua Barão de Jacareí. Vc concorda com a medida?
  • 46.1%
  • 40.7%
  • 7%
  • 6.2%
06/02/2017
Qual a sua opinião sobre a qualidade do serviços prestados pelo SAAE em Jacareí?
  • 34.1%
  • 31.9%
  • 24.1%
  • 9.9%
Publicidade
Logos e Certificações: