Sexta-feira, 03 de Abril de 2020 | você está em »principal»Blogs»Justiça Diária
Publicado em 20/03/2020 às 16h02
Geração Z


PAULO DE TARSO CASTRO CARVALHO

O conceito de gerações, fundado nas letras do alfabeto, foi desenvolvido pela sociologia para diferenciar pessoas que nasceram em diferentes épocas, p. ex. X, Y, Z. 

A geração Z define as pessoas que vieram ao mundo entre o início dos anos 1990 e o fim do ano de 2010. São indivíduos que surgiram com a internet, videogames, computadores e tecnologias digitais, cujo interesse exclusivo é a ciência, tecnologia, engenharia, matemática, os logaritmos aplicados no mercado financeiro, nas inovações de toda a ordem. Indivíduos da geração Z detém habilidades inimagináveis, de raciocínio rápido, lógico, que sabem o que querem, e o que não desejam. São defensores do meio ambiente, conectados online, verdadeiros 'cidadãos do mundo'. Acontece, porém, que esse exército de 'bem dotados', representa as maiores vítimas de homicídios no Brasil. 

Os institutos de pesquisa, que por vezes divergem, são unânimes em concluir que existe um extermínio em massa de jovens, por arma de fogo e acidentes de automóvel. Sem contar a massa carcerária jovem que compõem o sistema prisional nativo, sabidamente deletério. 

Não há paralelo mundial de violência jovem e juvenil, nem mesmo em países em conflito ou deflagrados. Nossos vizinhos da América Central e do Sul, menos pujantes economicamente, sofrem do mesmo mal, mas a privilegiada situação do rico e extenso Brasil, com instituições democráticas em funcionamento, indica que aqui o problema é gigante e com efeitos no futuro pela eliminação de jovens que deveriam elevar o Brasil ao cume do desenvolvimento e do bem estar. 

O sistema previdenciário (INSS), baseado no princípio da solidariedade, pelo qual os contribuintes de hoje pagam os benefícios daqueles que já se aposentaram, corre perigo pela falta de jovens contribuintes. 

A inação social e dos governos, é inaceitável. Certamente, o afrouxamento no Estatuto do Desarmamento, capitaneado pela chamada 'bancada da bala', que cuida dos interesses dos fabricantes de armas e munições, e o arrefecimento do Código de Trânsito, capitaneado pelo executivo federal e pela base representativa dos incautos motoristas, que pelo excesso de infrações perderam o direito de dirigir veículos, por justa razão, aumentarão sobejamente o desaparecimento da geração Z.

*Dr. Paulo de Tarso Castro Carvalho é advogado, mestre em direito e professor universitário.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

03 ABR
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
Justiça Diária

Dr. Paulo de Tarso Castro Carvalho é advogado, mestre em direito e professor universitário. Contato: (12) 3951-0920


E-mail do autor: pctarso@aasp.org.br
Arquivo
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: