Quinta-feira, 01 de Outubro de 2020 | você está em »principal»Blogs»Coisas de Cinema
Publicado em 14/12/2018 às 14h46
Como foi ver 'Superman', com Christopher Reeve, na tela grande


RODRIGO ROMERO

Chegou o dia. Não pensei que pudesse chegar... Só de ver o cartaz de anúncio eu me arrepiei. E ele lá estava, a capa vermelha, o braço esticado com a mão fechada. Voava. O vermelho e azul eram as cores do herói. Assistir a 'Superman: O Filme' (1978) na telona, em comemoração aos 40 anos de estreia, foi demais.

Nem sei qual palavra usar. Foi o quinto longa-metragem antigo que tive a oportunidade de ver no cinema - 'O Exorcista' (1973, vi em 98), 'E.T.: O Extraterrestre' (1982, vi em 2012), 'Grease' (1976, vi em 2016) e 'Titanic' (1997, vi em 2016, em 3D) foram os outros. Mas com Superman foi diferente.

Lembro-me de uma participação de Selton Mello no programa 'Altas Horas', de Serginho Groissmann. Estava a lançar 'O Filme da Minha Vida' (2017). De repente, o apresentador soltou a questão à plateia, também aos convidados: 'Qual é o filme da sua vida?'.

Pensei alguns segundos apenas. 'Superman' foi a minha resposta. Sem dúvidas. Marcou a minha infância. Não é o melhor filme, o de qualidade etc. É o que te marcou, seja lá por qual motivo for. E seguiu forte na adolescência. Na fase adulta o caminho permaneceu intacto. Revi-o mais de 50 vezes, por baixo... Cem! Pode ser? Pode.

E, claro, na versão dublada, via Herbert Richers. Quando a Globo anunciava na Sessão da Tarde, vibrava somente por ver o comercial. A música, a trilha. Nossa! Nada semelhante. Christopher Reeve com a fantasia de Super-Homem era a minha miragem da ingenuidade, pureza.

Quantas e quantas vezes peguei alguma toalha de casa, pendurei nas costas e saí por aí com o desejo de pular dos prédios. Via os desenhos no SBT. Quem não se lembra do 'Superamigos', ou da série 'Super-Homem: Álbum de Família'? Traços-raiz, e antes da sucessão de desencontros nas tramas (ele chegou a morrer! Vejam que absurdo...).

Nasci exatos 37 meses após o seu lançamento. E aguentei firme todos os 150 minutos de exibição. Ou quase.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

01 OUT
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
Coisas de Cinema

Rodrigo Romero é jornalista desde 2001. Passou por Diário de Jacareí, Diário de Mogi e assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Jacareí. Em 2008 foi para a TV Câmara Jacareí, onde até hoje atua como apresentador e repórter. Escreve há quase dez anos, semanalmente, a coluna 'Coisas de Cinema' no Diário de Jacareí.


E-mail do autor: rodrigoromeropl@ig.com.br
Arquivo
Publicidade
Publicidade
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Logos e Certificações: