Publicidade
Domingo, 17 de Janeiro de 2021 | você está em »principal»Blogs»Coisas de Cinema
Publicado em 06/11/2020 às 15h03
Ameaças à Liberdade de Expressão


RODRIGO ROMERO

Quem define 'fake news'? O que é 'discurso de ódio'? Quem define 'ódio'? Há limites na liberdade ou a questão é torta? O Brasil Paralelo lançou em agosto mais um documentário lapidar: 'Os Donos da Verdade'. Discute censura, patrulha do politicamente correto, decisões judiciais e a ameaça mundial à liberdade de expressão.

Dirigido por Filipe Valerim e Lucas Ferrugem, explica como medidas que inicialmente são vistas como sérias, defensoras dos pobres e revolucionárias são, na verdade, afirmações de cerceamentos, controles, proibição sem aviso e restrição desavergonhada. Ao explorar personagens como Sócrates, Jesus e Marco Aurélio, traça a independência, autonomia e soberania das ideias que, em algum momento, foram ceifadas por se contraporem ao pensamento do grupo. O trio foi vilipendiado.

Dois, Sócrates e Jesus, morreram pelas palavras - um ingeriu veneno; o outro, foi crucificado. 'Os Donos da Verdade' tem boa pesquisa e ótimo jornalismo e um alvo: o Supremo Tribunal Federal, que sacode o país com deliberações duvidosas, sobretudo as de liberdade de expressão.

Vocês se lembram das prisões de jornalistas, ou da suspensão das redes sociais de Bernardo Küster, Allan dos Santos, Olavo de Carvalho, Sara Winter, Oswaldo Eustáquio etc. O crime? Propagarem informações, que, segundo o STF, são 'falsas'. Voltemos às perguntas iniciais deste artigo.

Empastelar jornal, antes, era quebrar rotativas, máquinas de escrever, objetos das redações. Hoje desliga-se o notebook e recolhe-se o minicomputador à polícia. Há um caso não citado no documentário. Em 2013, Paulo César Araújo publicou o livro 'Roberto Carlos em Detalhes'.

O 'rei' mandou recolher exemplares e proibiu reimpressões. 'Só eu posso escrever a minha história', disse o compositor de 'Emoções'. A discussão se tornou nacional. Para espanto de muitos, cantores como Chico Buarque, Caetano Veloso e Gilberto Gil, que na década de 60 combateram a censura, apoiaram a medida de Roberto, com Erasmo. Ficarão marcados eternamente como repressivos.

Carmen Lúcia, ministra do STF, decretou a vitória dos escritores. Ficou famosa a frase 'cala boca já morreu' na sentença. Lúcia, em 2020, defendeu a 'Lei das Fake News', no propósito de limitar a liberdade. Quem diria... Dentre os apoiadores, como se não bastasse, há jornalistas e comunicadores. 'Os Donos do Poder' está gratuitamente no youtube. Duração: 76 minutos. Cotação: excelente.

Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

17 JAN
Publicidade
Notícias
facebook
Artigos
Perfil do Blog
Coisas de Cinema

Rodrigo Romero é jornalista desde 2001. Passou por Diário de Jacareí, Diário de Mogi e assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Jacareí. Em 2008 foi para a TV Câmara Jacareí, onde até hoje atua como apresentador e repórter. Escreve há quase dez anos, semanalmente, a coluna 'Coisas de Cinema' no Diário de Jacareí.


E-mail do autor: rodrigoromeropl@ig.com.br
Arquivo
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: