Publicidade
Domingo, 17 de Novembro de 2019 | você está em »principal»Blogs»Coisas de Cinema
Publicado em 27/09/2019 às 13h34
Agora sim!


RODRIGO ROMERO

Foi apenas coincidência a coluna ter apresentado nas últimas 2 semanas textos sobre documentários à esquerda e hoje trazer a obra do Movimento Brasil Livre (MBL), 'Não Vai Ter Golpe!', lançado este mês, disponível em algumas plataformas, à direita da dupla citada.

Como bem explicou o professor e filósofo Olavo de Carvalho, ambientes ditos cultural, educacional, durante décadas foram dominados pelos vermelhos. Quem leu Gramsci e Escola de Frankfurt sabe.

Principalmente a partir da década de 60, filmes, livros, jornais, revistas da via destra foram banidos da circulação. No lugar, o pensamento socializante, teorias marxista e paulofreirista. "Tornar as pessoas socialistas sem que notem", por meio da ocupação de espaço em universidades, por exemplo, como ditou Gramsci em 'Escritos Políticos', era a meta, alcançada com êxito.

Mas a partir da revelação da existência do Foro de São Paulo em meados dos anos 90 por Olavo, e publicações como 'O Imbecil Coletivo', a estrada, parece, tomou outro caminho. Não à toa, foram resgatados Gilberto Freyre, Paulo Francis, Carlos Lacerda, Nelson Rodrigues, Roberto Campos, Mário Ferreira dos Santos, dentre outros.

E longas com temáticas que não e viam, como os do 'Brasil Paralelo', do cineasta Josias Teófilo (o documentário 'O Jardim das Aflições', sobre a obra de Olavo) e 'Não Vai Ter Golpe!' (MBL).

Este nos remete ao impeachment de Dilma encaminhado pelas manifestações que começaram em novembro de 2014 pelo grupo da ideia de economia liberal liderado por Renan Santos e Kim Kataguiri.

Nas imagens captadas por eles mesmos durante o período, vemos todos bastidores da organização, debates, rusgas e vitórias do Movimento. Com blocked bem moldado e trilha sonora surpreendente, o documentário é a ode à turma dos jovens que, sim, tem lugar na história por conseguirem derrubar a comandante do executivo.

Com passagens marcantes, como a marcha a Brasília, o MBL atraiu simpatizantes e arrebatou de adolescentes a idosos que 'não sabiam aonde ir'.

Depoimentos de Luiz Pondé, Rodrigo Constantino, Janaína Paschoal e Ives Gandra Martins reforçam a importância da fita. Deixam a 'Democracia...', de Petra, '... em Vertigem'. Finalmente estamos em processo de desintoxicação. Duração: 134 minutos. Cotação: bom.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

17 NOV
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
Coisas de Cinema

Rodrigo Romero é jornalista desde 2001. Passou por Diário de Jacareí, Diário de Mogi e assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Jacareí. Em 2008 foi para a TV Câmara Jacareí, onde até hoje atua como apresentador e repórter. Escreve há quase dez anos, semanalmente, a coluna 'Coisas de Cinema' no Diário de Jacareí.


E-mail do autor: rodrigoromeropl@ig.com.br
Arquivo
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: