Domingo, 27 de Setembro de 2020 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 12/08/2016 às 10h30
A Intrigante Rodoviária de Jacareí


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

Fundiu o motor do jipe sujo. Carro velho é assim. O conserto demorará semanas. Enquanto isso, minha rotina é pé dois e carona de ônibus. Virei frequentador assíduo da Rodoviária e passo a relatar minhas impressões sobre esse aparatoso monumento ao progresso, que tanto orgulha os afonsinos.

À época da inauguração, ouvi maledicentes rumores de que o piso tinha preço de primeira e qualidade de segunda. A previsão era de peças desgastadas, lascadas, rachadas e quebradas em curto prazo, por força do peso das malas e intenso fluxo de pessoas. Pura intriga da oposição, pois o revestimento original está íntegro e mais resistente do que nunca.

O poder público mostra-se presente e atuante no local. Há uma sala da administração, sempre de portas abertas. Com a tela em sentido contrário ao olhar do público, um funcionário compenetrado ao computador provavelmente busca capturar melhorias para a rodoviária, com muita paciência.

O guichê da Litorânea é hierático. Uma grande imagem da Padroeira guarnece a retaguarda da vendedora e zela para inibir eventuais reclamações mais veementes da clientela mundana. Percorri as plataformas nomeadas com as cidades de destino. Com coração e imaginação ainda na Virgem, meu hagiológio mental lembrou-se também de São Cristóvão, protetor dos volantins.

Noutro setor da estação, o comércio é pujante e variado. Tem banca de revista, lanchonete e, acreditem, até um pet shop, com todos os aprestos para mimo e ablução dos xerimbabos. Isso me deixou ainda mais intrigado. Não consegui entender por que haveria uma loja para animais na Rodoviária e muito menos a razão pela qual ela estaria solenemente fechada em pleno horário comercial de dia útil.

Dois boxes ao lado, o jornaleiro também tem sua face folclórica. Entre revistas de fofoca, palavras cruzadas de diversos níveis e a coleção completa de quadrinhos do caubói Tex, há uma tabuleta com o preço dos remédios. Comprimido para cefaleia, pílula pra enjoo, pó efervescente digestivo e, custando R$ 1,00 a menos que os demais itens, drágea azul para soerguimento da autoestima masculina, garantia de hispidez imediata e prolongada ao alterego íntimo do viajante afonsino.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

27 SET
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
Publicidade
Publicidade
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Logos e Certificações: