Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018 | você está em »principal»Blogs»Coisas de Cinema
Publicado em 07/09/2018 às 14h44
Rebobina até o fim


RODRIGO ROMERO

Esses dias na rede social um amigo postou a capa da revista 'Pequenas Empresas & Grandes Negócios' de fevereiro de 1989. Manchete: 'Vídeo Locadoras: Os Segredos de um Negócio de Muito Futuro'. Na foto, o jovem de camisa-gravata, sorridente, tenta segurar várias fitas VHS. Aos olhos de hoje, parece piada.

Era divertido. Relembro algumas locadoras de Jacareí. Nas décadas de 1980-90, de fato, esse comércio se espalhou Planeta Terra afora. O aviso de "rebobinar a fita até o fim" para devolvê-la era a senha que ansiávamos quando atravessávamos a porta rumo ao videocassete.

Eu mesmo, por muitos anos, 11 na verdade, morei na Avenida Siqueira Campos e havia ali a Marajoara. Era criança, e meus pais alugavam fitas do Mazzaropi e desenhos da Turma da Mônica. Na Vila Formosa, a Shadow era a atração dos meus 14, 15 anos. Tinha 17 na inauguração da 100% Vídeo, em 1999.

Na abertura, apanhei 4 filmes, 2 documentários da II Guerra, um antigo de Nicholson, e Woody Allen. A atendente me disse que naquele dia era proibido alugar mais de 3. O dono apareceu e liberou. Em frente ao Cene, a Five Stars. Meus pais iam lá alugar '48 Horas' ou os do Charles Bronson.

No Parque Brasil, New Generation e Gold Video. No São João, Babilônia. No Jardim Paraíba, Cult Video. Superman, Batman e Rocky: O Lutador eram o nosso cotidiano. Às sextas, se alugasse 3 ou 4, devolvia só na segunda. Que maravilha!

Se hoje gosto de cinema (meu irmão gosta mais que eu) aprendi nestes lugares, vendo blockbusters de fama mundial. Só depois dos 17, 18, descobri Hitchcock, Bergman, Truffaut, Godard, Chaplin, Audrey, Marilyn, Kurosawa, Kieslowski, Coutinho, Glauber, Coppola, Darín, Diegues.

Dá saudade de ir às locadoras, garimpar os VHS. Época boa. Hoje, tudo é fácil, rápido. A internet estragou tudo.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

15 NOV
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
Coisas de Cinema

Rodrigo Romero é jornalista desde 2001. Passou por Diário de Jacareí, Diário de Mogi e assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Jacareí. Em 2008 foi para a TV Câmara Jacareí, onde até hoje atua como apresentador e repórter. Escreve há quase dez anos, semanalmente, a coluna 'Coisas de Cinema' no Diário de Jacareí.


E-mail do autor: rodrigoromeropl@ig.com.br
Arquivo
08/10/2018
Qual a sua opinião sobre a mudança do Poupatempo para a região central de Jacareí
30/08/2018
Você pretende votar em um candidato de Jacareí­ a deputado nessas eleições?
  • 48.2%
  • 42.1%
  • 9.7%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: