Publicidade
Quinta-feira, 13 de Maio de 2021 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 22/06/2018 às 15h36
A Copa vazia e o Copo cheio


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

É chegado o momento aguardado há quadriênio pelos futebolistas. A Seleção canarinho é favorita ao caneco e o Brasil para em sessões de noventa minutos para assistir à Copa do Mundo.

O torneio revive tradições inesquecíveis. Asfalto pintado de auriverde e frases esperançosas, bandeira brasileira nos carros e fachadas, família e amigos reunidos na frente do televisor, álbum de figurinhas.Outras: tabela dobrável de bolso com preenchimento diário, frio na barriga de enfrentar França ou Argentina nas famigeradas fases decisivas, bolão para aliviar o déficit orçamentário do sortudo que acertar o placar da partida. 

É tudo ou nada. Enquanto os jogadores suam a camisa e se desdobram em campo, os atletas de fim de semana capricham no halterocopismo e enchem seus canecos para comemorar a conquista ou afogar a derrota.

Taça dourada, lúpulo dourado - ouropel de ilusões. Trata-se apenas de uma competição desportiva, mas todos se esquecem. Na bravata do copo cheio, o título emociona. Como se futuro do país dele dependesse.

É preciso separar o torcedor do eleitor, o bêbado do volante automotivo. A população deveria torcer para que a carreata da vitória não seja imprudente a ponto de atropelar uma criança a brincar inocentemente com o cordão das bandeirinhas.

Nem tudo é festa. Por exemplo, o estampido dos rojões vitimará a parte mais sensível dos nossos companheiros mais caninos. Aliás, pobre povo que, incauto, ainda acredita em milagre e salvadores da pátria que o carreguem.

Notável mesmo é o comandante Tite, que apazígua a desorientada juventude subitamente enriquecida. Ganhou nossa admiração extracampo ao anunciar que, volte campeão ou vencido, não irá a Brasília dar cartaz a quem não nos representa.

 O povo precisa se conscientizar de que o Brasil só melhorará quando vencer desafio muito maior, as eleições. Na hora de votar, separar o joio do trigo é fundamental. Só seremos vencedores quando as urnas repudiarem os corruptos.

Para tanto, precisamos de mais educação em casa, nas comunidades e nas escolas, por intermédio de mestres compromissados com o sucesso do Brasil e que pratiquem o bom exemplo, como o professor Tite.

Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

13 MAI
Publicidade
Publicidade
Notícias
facebook
Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: