Publicidade
Quarta-feira, 12 de Maio de 2021 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 20/05/2016 às 11h20
Na casa de Quinzinho


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

A dupla sertaneja de maior sucesso da Associação dos Violeiros de Jacareí foi Zé da Serra e Quinzinho. Lá se vão duas décadas e ainda é lembrada pelos apreciadores da música de raiz.     Então, como o mavioso Zé da Serra hoje mora no céu, para aprofundar meus estudos teóricos e projetos literários sobre a moda de viola, fui com o amigo Emílio Delfino visitar Quinzinho, lá no Bandeira Branca.

Era segunda-feira. Chegamos à aprazível Rua Chafic Mogames no final da tarde. O astro reside numa casa verde de fachada ampla e janelas brancas. O automóvel na garagem descansa debaixo duma coberta xadrez de lã, mostrando que seu dono gosta mesmo é de ficar em casa. Quinzinho aposentou-se da música depois da morte do parceiro. Nunca encontrou outro tão bom. Quando sente saudade, sem compromisso e só entre amigos, arrisca uma canção sertaneja com o primo compositor Braz Ribeiro, genuíno poeta da roça.

Vimos fotos antigas (como a da turma do Tiro de Guerra de 1967) e recortes de jornal. Conversamos bastante e ouvimos LP. Emílio tocou Menino da Porteira com maestria na viola caipira (um presente do fã Sérgio Reis a Quinzinho), empolgando a todos. Não teve jeito - deixei o acanhamento de visitante de lado e trauteei junto, mesmo sem saber a letra direito. Não estou seguro de haver alguma relação, mas é certo que dois canários do reino acordaram e no mesmo comenos se puseram a trinar nas gaiolas.

O cafezinho estava quase pronto, porém deu tempo para mais um causo do anfitrião. Os olhos do cantor jubilado vagaram por um instante. Foi sobre a gaiola vazia, que repousava sobre o banco de madeira encostado na parede do rancho. O terceiro passarinho, que já tinha mais de vinte anos, partiu à eternidade poucos dias antes. Era presente do senhor Nelson, ex-diretor duma fábrica local. O empresário, antes de falecer, pediu que o confiável Quinzinho ficasse com seus xerimbabos, que ensejam fascinante lembrança. Jacareí gira a roda da história e o leitor saberá na próxima semana a relevância daquele ornitófilo personagem afonsino, em tempos de impeachment.

Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

12 MAI
Publicidade
Publicidade
Notícias
facebook
Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: