Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020 | você está em »principal»Blogs»Coisas de Cinema
Publicado em 21/08/2020 às 14h24
Um bem à alma


RODRIGO ROMERO

Dos 5 indicados a ator coadjuvante no Oscar 2020 o meu predileto era Tom Hanks por 'Um Lindo Dia na Vizinhança' (2019). É mais uma cinebiografia, desta vez a de Fred Rogers (1928-2003), famoso apresentador de programa infantil cujo nome é o título do filme.

Este programa foi sucesso nos EUA durante mais de 30 anos, entre 1968 e 2001 e trazia às crianças histórias de superação e brincadeiras com bonecos. O filme foi baseado no artigo da revista Esquire de 1998 sobre Rogers intitulado 'Você pode ser um herói?', escrito pelo jornalista Tom Junod.

A diretora Marielle Heller pegou esse texto e transformou Junod em personagem, cujo nome é Lloyd Vogel (Matthew Rhys, da série 'The Americans'). De reputação maculada por obras críticas e sobre tragédias, o jornalista é enviado para trabalhar no perfil de Rogers (Hanks), sujeito totalmente diferente dele: de família sólida, religioso e aparentemente sem problemas. O desafio de Vogel é encontrar manchas naquele homem inspirador e ídolo de gerações.

Se a vida de Rogers parece mar de rosas, a do jornalista é estrada esburacada. Perdeu a mãe na adolescência e tem no pai, Jerry (Cris Cooper), o mais vilão que imagina. Bastam 2 minutos de conversa para que eles entrem nos sopapos. A proposta de Heller é dar ao público um pouco da rotina de ambos - Rogers e Vogel.

O formato de tela quando é exibido o programa de TV muda, assim como o estilo de imagem. Hanks dá show como pastor. A fala mansa, olhar circunspecto, gestos serenos, carisma expansivo, enfim, tudo se soma e faz com que gostemos de Rogers. O blocked tem tons de onirismo e às vezes coloca o espectador contra a parede emocionalmente falando: tem sensibilidade fora do comum, mesmo não sendo a obra-prima que a diretora pretendia. Ao abordar a bondade humana, nós nem precisamos saber quem foi o Mr. Rogers da atração televisiva.

Basta que nos entreguemos à vontade dos personagens e compreenda-os em suas falhas e virtudes. A ideia da produção de ilustrar a cidade e ruas com estradas e casas formadas pelo sistema de 'stop motion' foi das mais simpáticas. Duração: 108 minutos. Cotação: ótimo.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

26 OUT
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
Coisas de Cinema

Rodrigo Romero é jornalista desde 2001. Passou por Diário de Jacareí, Diário de Mogi e assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Jacareí. Em 2008 foi para a TV Câmara Jacareí, onde até hoje atua como apresentador e repórter. Escreve há quase dez anos, semanalmente, a coluna 'Coisas de Cinema' no Diário de Jacareí.


E-mail do autor: rodrigoromeropl@ig.com.br
Arquivo
Publicidade
Publicidade
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Logos e Certificações: