Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020 | você está em »principal»Blogs»Coisas de Cinema
Publicado em 13/07/2018 às 10h30
O mito Guarnieri


RODRIGO ROMERO

Ator, diretor, dramaturgo, compositor. Gianfrancesco Guarnieri (1934-2006) foi tudo isso e mais um pouco. Ano passado, seu neto Francisco resolveu que a trajetória do autor de 'Eles não Usam Black tie' (1981 no cinema, mas anos antes o estouro de encenação nos palcos dos teatros) tinha de ser contada em película.

Entrevistou os dois filhos do primeiro casamento do avô - os atores Paulo e Flávio (1959 - 2016), juntou um rico material de arquivo - entrevistas na TV, jornais e revistas, além de seriados e novelas, e montou o longa. A quem o conhece 'de ouvir falar' ou nem sabe de quem se trata, Guarnieri foi um intenso defensor do trabalhador, digamos assim.

Apoiava causas da esquerda, os movimentos estudantis, sindicatos, enfim, e paralelo a isso, ou até por extensão, mirou a sua arte nestes temas. Só a história de 'Eles não Usam Black tie' faz referência a vários pontos, como a greve, por exemplo.

O ator escreveu a peça aos 24 anos, em 1958, quando o país vivia a calma do governo JK, a bossa nova havia sido criada e o Brasil tinha conquistado a 1ª Copa. Neste paraíso, pôs o dedo na ferida. A relação arte - política era a vida dele. Não havia como separar.

Simultaneamente, Francisco revela a dificuldade dos dois filhos em manter as carreiras regulares de ator longe da sombra do pai. Um deles chega a revelar nunca ter 'ficado à vontade' na profissão de intérprete, e hoje é dono de um hotel. "Eu sabia a tamanha importância de dizer 'te amo' a ele e vice-versa...

Era a pessoa tão significativa, importante no cenário nacional, tão envolvida com política e teatro, que nós, os filhos, tentávamos aproveitar cada momento juntos", diz Flávio. O documentário pinta ao público um Guarnieri de muitas facetas.

Duração: 70 minutos. Cotação: bom.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

26 FEV
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
Coisas de Cinema

Rodrigo Romero é jornalista desde 2001. Passou por Diário de Jacareí, Diário de Mogi e assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Jacareí. Em 2008 foi para a TV Câmara Jacareí, onde até hoje atua como apresentador e repórter. Escreve há quase dez anos, semanalmente, a coluna 'Coisas de Cinema' no Diário de Jacareí.


E-mail do autor: rodrigoromeropl@ig.com.br
Arquivo
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: