Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020 | você está em »principal»Blogs»Coisas de Cinema
Publicado em 19/01/2020 às 11h40
Negociações


RODRIGO ROMERO

Demorou, mas finalmente Scarlett Johansson fez um bom filme. Pode-se afirmar que desde 'Vicky Cristina Barcelona' (2008 - 'Ela', 2013, não conta porque foi só a voz), de Woody Allen, a atriz estava mais preocupada em engordar os bolsos com os longas de super-heróis, onde interpretou uma dezena de vezes a Viúva Negra.

Em 'História de um Casamento' (2019, Netflix), ela volta ao patamar de trabalhos como 'Encontros e Desencontros' (2003) e 'Match Point' (2005). A fita é uma aula de direção de Noah Baumbach ('Lula e a Baleia', 2005).

O casal Charlie (Adam Driver, de 'Infiltrado na Klan', 2018) e Nicole (Scarlett) está no início do processo de divórcio. Não sabe como lidar com a situação. Os 2 estão apreensivos.

O filme começa com a redação feita por eles com as qualidades de cada um. Mas a dupla não sabe o teor do outro, pois ela se recusa a ler. É quando os advogados, que não estavam previstos na separação, entram na parada, é que o caldo engrossa.

Laura Dern, Alan Alda e Ray Liotta dão vida a estes personagens que não medem esforços em querer vencer a 'guerra' que inventaram. Vem os maus conselhos, desentendimentos, brigas, deturpações etc. 'História de um Casamento', claro, tem o ponto forte o trabalho dos protagonistas.

Há cenas impactantes, como a briga feroz, com ofensas baixas, e no fim o abraço de consolação. Ou a sequência derradeira, quando num simples gesto de amarrar os cadarços do sapato mostra todo o carinho e consideração que um ainda tem pelo outro. 

Charlie teve pais difíceis e viu na mãe de Nicole, a sua. Nicole, por sua vez, deixou-se levar pelo companheiro em tese 'mais culto e preparado', e cedeu em vários aspectos. Tudo somado, o caos foi inevitável.

Ela quer provar que tem capacidades. Ele é mais maleável. Gosta dela. Baumbach pode ter tido a pretensão de se inspirar em roteiros de Woody Allen e Ingmar Bergman. Se fez isso, parabéns.

É até desleal comparar estes cineastas com a produção de Baumbach, porém a reflexão sobre solidão, introspecção e sentimentos torpes vale a pena. 'História de um Casamento' é uma película sobre negociações - quem abre mais a brecha pode sair vencedor, mesmo com dores. Mereceu as indicações ao Oscar. Duração: 137 minutos. Cotação: ótimo.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

21 OUT
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
Coisas de Cinema

Rodrigo Romero é jornalista desde 2001. Passou por Diário de Jacareí, Diário de Mogi e assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Jacareí. Em 2008 foi para a TV Câmara Jacareí, onde até hoje atua como apresentador e repórter. Escreve há quase dez anos, semanalmente, a coluna 'Coisas de Cinema' no Diário de Jacareí.


E-mail do autor: rodrigoromeropl@ig.com.br
Arquivo
Publicidade
Publicidade
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Logos e Certificações: