[[date:%A, %d %B %Y]]

Uma proposta que pode ser boa

EditorialTrabalho Infantil

Uma proposta que pode ser boa

Começamos na segunda-feira (6) a semana dedicada a erradicação do trabalho infantil – claro que principalmente os mais degradantes  

Eis que, não mais que de repente, a preocupação com o bem-estar social volta-se pesada para o combate ao trabalho infantil, problema que nos envergonha desde que o mundo se tornou mundo. Se você é dos que desconfiam da sinceridade que move os agentes, tem certa razão na dúvida, mas há motivos, e não poucos, que nos permitem acreditar – mais uma vez – na sinceridade da iniciativa.

Não é preciso estar focado no assunto para perceber a realidade. Estamos cercados de exemplos que nos revoltam ao ver como são usadas crianças até da mais tenra idade na mendicância pelas ruas centrais da cidade. E, não menos, nos envolvimentos delas em zonas rurais ou bairros pobres mais afastados, com tarefas duras e inadequadas à idade em que deveriam estar voltadas à formação do caráter e da personalidade.

Começamos na próxima segunda-feira (6) a semana dedicada a erradicação do trabalho infantil – claro que principalmente os mais degradantes – e temos razões para acreditar que se trata de uma ação social diferenciada com vistas a encontrar um caminho que atinja de verdade propostas e conclusões apresentadas. Para isto é preciso a participação maciça de todos nós. Só assim poderemos cobrar das autoridades medidas eficientes no combate a essa mancha social.

Trabalho infantil não é apenas o que se mostra de maneira clara aos nossos olhos, porém muitos outros disfarçados de vários modos não apenas nas ruas, mas inclusive no interior dos lares mais humildes. Tais atitudes, são difíceis de corrigir, como a realidade de menores cuidando de outros menores (até para terceiros) enquanto os adultos se ausentam para trabalhar. Sem falar em outras tantas barbaridades que, com certeza, serão apresentadas no decorrer das palestras apresentadas.

Como estamos em época eleitoral, existe ainda o risco de nos apresentarem proselitismo disfarçado de atos sociais em favor desta ou aquela tendência política. Felizmente estamos escaldados e preparados para separar o joio do trigo.

É a nossa opinião.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 07 Julho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection