[[date:%A, %d %B %Y]]

Homem que atropelou e matou mulher na calçada diz que não estava bêbado

Políciainvestigação

Homem que atropelou e matou mulher na calçada diz que não estava bêbado

O motorista se apresentou à polícia. O homem, de 30 anos, negou que estava embriagado no momento do acidente.  

A mulher chegou a ser socorrida com vida, mas não resistiu aos ferimentos, especialmente na cabeça, e morreu no hospital. Foto- Ilustração

O motorista que atropelou e matou uma mulher no último domingo (17), no Jardim Paraíso (região sul), em Jacareí, se apresentou à polícia na última terça-feira (19). O homem, de 30 anos, estava acompanhado de uma advogada e negou que estava embriagado no momento do acidente. Ele disse à polícia que deixou o local porque estava com medo de ser agredido por populares.

O motorista foi indiciado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Como não houve flagrante por causa da fuga, ele responderá processo em liberdade.

ENTENDA O CASO
Rosimeiri dos Santos, de 43 anos, morreu após ser atropelada por um carro na calçada de sua casa. O fato ocorreu por volta das 13h30 do último domingo (17), na Rua Expedicionário Heitor Armando Bagattini, no Jardim Paraíso.

De acordo com relato do marido da vítima, o carro modelo Gol, da cor vermelha, marca Volkswagen, desceu a rua totalmente desgovernado e atropelou a mulher que estava na calçada de sua casa, falando ao telefone. O motorista abandonou o veículo e fugiu.

"A gente estava sentado na calçada tomando café e conversando no telefone, quando de repente o carro avançou e a jogou na parede. Eu estava mais para frente e por isso não pegou em mim, mas foi tão rápido que não deu tempo de fazer nada", contou o marido, Luiz Antônio dos Santos, em entrevista à TV Vanguarda.

"Depois da batida, a gente correu para socorrer, e o motorista e a mulher que estava com ele também. Os dois desceram para ajudar, mas eu percebi que estavam alterados. Foi quando peguei a chave do carro que estava no contato e os dois fugiram a pé", contou.

A mulher chegou a ser socorrida com vida, mas não resistiu aos ferimentos, especialmente na cabeça e morreu na Santa Casa de Misericórdia. O veículo foi abandonado no local do acidente e a polícia identificou a presença de latas e garrafas de cerveja, o que reforça a suspeita de que o motorista poderia estar alcoolizado.

A mulher foi sepultada na segunda-feira (18), às 13h, em Jacareí. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 16 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection