Terça, 26 Outubro 2021

Ainda não vimos tudo

EditorialPolítica

Ainda não vimos tudo

Com certeza vai continuar a tensão entre os dois lados a se acusarem mutuamente

Caçapava, município importante da RMVale, protagonizou nas eleições municipais de 2020 um fato raro: prefeito, vice, ex-prefeitos, e vereadores em exercício não foram eleitos ou reeleitos. Zerou tudo. Um fato marcante ignorado pela classe política, inclusive de Caçapava. Foi, é verdade, em um pleito ainda sob os efeitos da virada nacional de dois anos antes, na eleição presidencial, mas não por consequência disso; caso contrário, o fenômeno se repetiria em mais municípios, o que não ocorreu.

Em verdade, de 2018 para cá 'o eleitor voltou às ruas' presencial ou simbolicamente e pode decidir a questão a seu jeito: no voto. Diante da 'batalha política' que assistimos, antecipando o período pré-eleitoral, as manifestações de rua fazem-se significativamente presentes. Movidas claramente em razão de os três poderes, de modos 'desarmônicos e descontentes', passarem ao país um exemplo confuso que só ameaça a estabilidade nacional calcada no respeito à Constituição.

Mais uma cartada do tipo foi o anúncio de uma live na quinta-feira (29) em que o presidente Bolsonaro (sem partido) apresentaria 'provas' de que o atual voto por urna eletrônica não é auditável e pode ser fraudado por programações específicas. O que se apresentou, entretanto, foi uma repetição de acusações e alguns depoimentos que reforçam as suspeitas, mas não se baseiam em provas concretas.

Com certeza vai continuar a tensão entre os dois lados a se acusarem mutuamente causando ainda mais insegurança a todos nós. Na prática, em nada prejudicaria uma eventual adoção de um comprovante impresso anexado à urna eletrônica, reivindicação tida como 'exigência do eleitor' pelos defensores da ideia. A passeata que que endossará essa proposta, marcada nacionalmente para este domingo (1º), vai mostrar o quanto estamos ou não perto de nova 'Marcha pela Família' de 1964, dos 'Cara pintadas' de 1992 contra Collor, ou do 'Fora Dilma' de 2016. Ainda não vimos tudo.

É a nossa opinião. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 26 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection