[[date:%A, %d %B %Y]]

Câmara sedia audiências públicas para balanço nas áreas da Saúde e Finanças

Câmara sedia audiências públicas para balanço nas áreas da Saúde e Finanças

Ambas as audiências serão conduzidas por servidores da Prefeitura de Jacareí, sob os questionamentos dos vereadores.  

AUDIÊNCIAS PÚBLICAS
A Câmara Municipal sedia na terça-feira (22), às 16h, audiência pública para prestação de contas da Secretaria de Saúde, referente ao 3º quadrimestre de 2021. Dois dias depois, na quinta-feira (24), às 17h, a Casa realiza audiência para avaliação e demonstração do cumprimento das metas fiscais, também referentes ao 3º quadrimestre do ano passado.

AUDIÊNCIA
Ambas as audiências serão conduzidas por servidores da Prefeitura de Jacareí, sob os questionamentos dos vereadores. Os eventos são abertos à população, respeitando os procedimentos sanitários contra a Covid-19, com transmissão ao vivo pela TV Câmara, site e Facebook do Legislativo.

FAKE NEWS
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) formalizou na terça-feira (15) a parceria com oito redes sociais com o objetivo de combater a desinformação sobre o processo eleitoral deste ano. A iniciativa, que já vinha sendo anunciada e ocorreu em anos anteriores, foi firmada em cerimônia virtual.

ADESÃO
Neste ano, a novidade foi a inclusão da Kwai, plataforma de compartilhamento de vídeos curtos. "Vamos ter um canal direto com o TSE para (denunciar) conteúdos que violem a legislação eleitoral e causem risco para a integridade das eleições", disse Wanderley Mariz, diretor de relações governamentais e políticas públicas da rede social.

AÇÕES
Na terça-feira (15), foram assinados memorandos de entendimento que listam ações, medidas e projetos a serem desenvolvidos em conjunto pelo TSE e as plataformas, de acordo com as especificidades de cada uma. Tais ações serão colocadas em prática mesmo após o período eleitoral, até 31 de dezembro.

CONTEÚDOS
Uma das principais linhas de atuação é a remoção de conteúdos considerados danosos ao processo eleitoral. Nesta linha, plataformas como TikTok, Facebook e Instagram anunciaram que seguirão com a exclusão de publicações que forem julgadas nocivas. Facebook e Instagram disseram que abrirão canal de denúncia exclusivo para o TSE. O Twitter, por sua vez, demonstrou postura mais cautelosa. Já o WhatsApp disse que continuará a suspender contas que apresentem 'atividade inautêntica'.

NA CONTRAMÃO
Desde o início do ano, o então presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, tem criticado o Telegram, um dos principais concorrentes do WhatsApp, por não possuir representação no Brasil nem se submeter às leis brasileiras. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 26 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection