[[date:%A, %d %B %Y]]

Reunião termina sem acordo e greve nos transportes continua em Jacareí

CidadeSem circular

Reunião termina sem acordo e greve nos transportes continua em Jacareí

Motoristas e cobradores da JTU reivindicam o pagamento da primeira parcela do 13º salário, que deveria ter sido efetuado dia 30.  

Representantes do Sindicato dos Condutores e funcionários da JTU durante assembleia no Parque da Cidade. Foto- Sindicato dos Condutores

Terminou sem solução uma reunião entre representantes da Prefeitura e da empresa JTU para a retomada dos serviços do transporte público de passageiros, em Jacareí. O encontro ocorreu durante a tarde desta quarta-feira (01/12) no Paço Municipal, sem a presença do Sindicato dos Condutores do Vale do Paraíba, que representa a categoria.

Em nota, a Prefeitura Municipal enfatiza que empresa tem que dar uma resposta à reivindicação dos trabalhadores. "A Prefeitura está solicitando à empresa que dê um rápido retorno aos colaboradores e aguarda que a JTU chame o Sindicato e busque um acordo. O dever da continuidade desse serviço público é da empresa", afirma.

Ainda de acordo com a Prefeitura, é reconhecido que os problemas no sistema de transporte público são de âmbito nacional e estrutural. A atual administração afirma que o Município tem cumprido com sua cota de participação, "custeando a gratuidade e indenizando a estrutura operacional ociosa, decorrente da redução de usuários na pandemia", reforça.

ENTENDA O CASO
Na manhã desta quarta-feira, dia 1º de dezembro, por volta das 8h30, motoristas e cobradores da concessionária ocuparam o entorno do Parque da Cidade, na região central. Por volta das 10h eles seguiram até a Câmara de vereadores, que realizava uma sessão ordinária.

A categoria reivindica o pagamento da primeira parcela do 13º salário, que deveria ter sido efetuado na terça-feira, dia 30 de novembro.

No final do dia, os veículos foram reconduzidos à garagem da empresa, na Avenida Getúlio Vargas. Uma nova assembleia da categoria deverá ocorrer por volta das 5h da madrugada desta quinta-feira (2). Se até lá, a empresa não acenar com o pagamento dessa obrigação, a greve dos trabalhadores vai continuar.

JTU diz que há tempos sistema opera
em desequilíbrio econômico-financeiro

A empresa Jacareí Transporte Urbano, a JTU, divulgou uma nota sobre a paralisação do transporte municipal de Jacareí.

Segundo a empresa, o sistema de transporte público municipal de Jacareí opera em flagrante desequilíbrio econômico-financeiro há tempos, 'situação que foi agravada a partir de 2020 em razão das consequências da pandemia da Covid-19'. "Essa situação de desequilíbrio é amplamente conhecida por parte da Municipalidade. Estudos ligados ao poder público apontaram, já em 2019, que não estávamos conseguindo cobrir os custos básicos de operação", afirma.

De acordo com a JTU, a empresa vem, reiteradamente, indicando à Municipalidade que o equilíbrio econômico-financeiro do contrato deve ser retomado e com o menor impacto na tarifa pública cobrada da população, "devendo à Municipalidade desonerar a concessionária das diversas gratuidades por ela garantidas, sem transferência de tal ônus aos usuários pagantes, população que necessita do transporte público", enfatiza.

A concessionária reconhece que na tentativa de corrigir esse desequilíbrio, a Prefeitura Municipal vem aportando recursos junto à empresa, na forma de subsídio, como forma de garantir a continuidade dos serviços do sistema. "Essa medida, no entanto, é insuficiente, razão pela qual, em sucessivas ocasiões, a empresa requereu à Comissão Tarifária do Município de Jacareí a correção dos parâmetros e da metodologia adotados para levantamento dos valores necessários à manutenção e operação dos serviços", pondera.

ATRASO
A JTU afirma ainda em nota que em relação à primeira parcela do 13º salário, vencida em 30 de novembro, comunicou previamente a Secretaria de Mobilidade Urbana sobre a necessidade de aporte urgente de recursos, em caráter emergencial, para pagamento desse valor. Segundo a empresa, a comunicação foi feita por meio de ofícios datados de 25 e 26 de novembro, endereçados à pasta. "Não foi realizado o aporte até o presente momento", informa ainda.

A empresa reitera a necessidade desse aporte, "necessário para o referido pagamento", e conclama a retomada dos serviços do sistema, afirmando que não vai medir esforços para normalizar essa situação tão logo seja possível.

"A JTU lamenta eventuais transtornos causados com a paralisação do sistema de transporte público municipal e reafirma seu compromisso em bem-servir a população de Jacareí", completa. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 18 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection