[[date:%A, %d %B %Y]]

Ação da Polícia e EDP flagra furto de energia em restaurante

Políciaflagrante

Ação da Polícia e EDP flagra furto de energia em restaurante

De acordo com a Concessionária do serviço na região, estabelecimento comercial desviou 30% da energia elétrica consumida.  

Os peritos constataram no local manipulação no sistema de medição, caracterizando o furto de energia. Foto- Divulgação
Policiais e técnicos da EDP, distribuidora de energia do Vale do Paraíba e Litoral Norte, realizaram, na manhã desta quinta-feira (17), inspeção em um restaurante na região central de Taubaté, em razão de indício de fraude para furto de energia.

Os peritos constataram no local manipulação no sistema de medição, caracterizando o furto de energia. Devido a esta fraude, mais de 30% do volume da energia elétrica consumida não era contabilizado pela concessionária.

O proprietário não foi localizado e vai responder pelo crime de furto de energia, previsto no Artigo 155 do Código Penal Brasileiro. O furto de energia elétrica traz prejuízos a todos. 

De acordo com as normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a tarifa de energia abrange também as perdas elétricas e o custo da energia usada irregularmente pelas pessoas que cometem esse crime é parcialmente repassado a todos os usuários da rede.

Além de ser uma prática perigosa, as fraudes podem provocar sobrecarga na rede elétrica, com prejuízo para a população que sofre com a falta do fornecimento em suas residências e ruas ou, por exemplo, com danos aos equipamentos elétricos e ainda devido à queda na qualidade da energia.

BALANÇO EDP
No primeiro semestre de 2023, a EDP registrou 2.573 ocorrências de fraudes detectadas em ligações na rede elétrica no Vale do Paraíba. Para combater as irregularidades de energia em residências, comércios e indústrias em toda a região, as equipes da Distribuidora realizaram uma média de 52 operações diárias, com o apoio das autoridades policiais, que resultaram na recuperação de 16.400 megawatts-hora (MWh). Essa quantidade de energia é suficiente, por exemplo, para o abastecimento de Tremembé, Aparecida e Potim por um mês.

Por meio do monitoramento remoto, emprego de algoritmos e demais ferramentas de modelagem estatística, a companhia identifica com precisão as inconsistências na medição dos clientes, com alertas e mapeamento de suspeita de irregularidades. Esse mapeamento permite um melhor direcionamento das equipes técnicas, que passam regularmente por treinamentos específicos para as inspeções em campo com alto nível de assertividade. As operações são realizadas com o apoio das autoridades policiais.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 19 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection