[[date:%A, %d %B %Y]]

Especialista diz que câncer poderia ser prevenido em metade dos casos

Geral700 mil/ano

Especialista diz que câncer poderia ser prevenido em metade dos casos

Combate à doença reforça a adoção de um estilo de vida mais saudável e exames de rastreamento como maiores aliados.  

A cada ano, são diagnosticados mais de 700 mil casos no país. Foto- Freepik/Ilustração

A incidência de câncer tem aumentado consideravelmente nos últimos anos e tornado a doença um problema de saúde pública. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a cada ano, são diagnosticados mais de 700 mil casos. Esse número, no entanto, poderia ser reduzido até pela metade com a adoção de um estilo de vida mais saudável e a realização de exames de rastreamento e de rotina – muitos deles capazes de detectar condições pré-cancerígenas.

De acordo com Dra. Lucíola Pontes, oncologista e líder médica do Centro de Cuidado em Oncologia e Hematologia do Hcor, um estilo de vida saudável melhora todas as áreas do corpo e atrasa o desenvolvimento de várias doenças. 

"Comer alimentos balanceados, não exagerar no consumo de álcool, fazer exercícios físicos e não fumar são apenas alguns pontos que podem ajudar a retardar o aparecimento de cânceres no geral e de doenças vasculares", explica.

PREVENÇÃO
Outra maneira de cuidar da saúde é realizando exames preventivos e de rotina, importantes em duas frentes na luta contra a doença – alguns com a capacidade de rastrear condições pré-cancerígenas e outros fundamentais para a detecção precoce da condição, possibilitando terapias mais simples e efetivas, com aumento significativo das chances de cura.

"É fundamental que o indivíduo busque orientação médica para avaliar a necessidade de check-ups anuais de rastreamento, geralmente a partir dos 40 anos. Para indivíduos com casos de câncer na família, é recomendado iniciar antes. O diagnóstico precoce é imprescindível e ajuda muito nas chances de cura", afirma a especialista.

A oncologista também reforça a necessidade de ouvir os sinais que o corpo dá. "Às vezes, é uma dor que não passa, uma mancha que não desaparece, então, é muito importante averiguar o mais rápido possível para descartar a hipótese de câncer. Os jovens também precisam se cuidar e tomar mais cuidado com o estilo de vida que adotam, pois a incidência nesse grupo vem crescendo consideravelmente", explica.

Para ampliar o acesso da população a programas de prevenção, recentemente foi aprovado um Projeto de Lei (Política Nacional de Prevenção e Controle do Câncer) que visa diminuir a incidência, contribuir para a melhoria da qualidade de vida do paciente, reduzir a mortalidade e assegurar acesso ao cuidado integral. "Por isso, é muito importante controlar os fatores de risco e manter a saúde em dia. Somente com a prevenção será possível ver o número de casos cair", finaliza.

SERVIÇO
Sobre o Hcor
O Hcor atua em mais de 50 especialidades médicas, entre elas Cardiologia, Oncologia, Neurologia e Ortopedia, além de oferecer um centro próprio de Medicina Diagnóstica. Desde 2008, é parceiro do Ministério da Saúde no Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), o que proporciona que seu impacto em saúde esteja presente em todas as regiões do país. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 01 Março 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection