[[date:%A, %d %B %Y]]

Cartórios divulgam dados sobre mortes de crianças desde o início da pandemia

GeralDe 5 a 11 anos

Cartórios divulgam dados sobre mortes de crianças desde o início da pandemia

Crianças de 5 anos foram as que mais vieram a óbito no período de março de 2020 à primeira semana de janeiro de 2022.  

Desde sexta-feira (14), o estado de São Paulo começou a vacinar crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19. Foto- Governo de SP

Com a vacinação recentemente aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as crianças entre 5 e 11 anos totalizaram 74 falecimentos por Covid-19 desde o início da pandemia. Este foi o número de óbitos para esta faixa etária registrados pelos Cartórios de Registro Civil do estado de São Paulo no período de março de 2020 à primeira semana de janeiro de 2022.

O levantamento mostra ainda que as crianças mais afetadas pela doença foram aquelas de cinco anos, com 15 mortes registradas, seguida pelas que tinham dez anos, com 13 registros, pelas de sete e pelas de 11 anos, ambas com 11 falecimentos registrados. Crianças de oito anos totalizaram 10 óbitos, as de seis, 9, e as de nove, 5 mortes.

Os dados contabilizados fazem parte do Portal da Transparência do Registro Civil -- base de dados que reúne as informações de nascimentos, casamentos e óbitos registrados pelos 7.663 cartórios brasileiros --, administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), e que retrata ainda que esta faixa etária registrou 23 mortes em razão de septicemia, 18 por pneumonia e insuficiência respiratória e 14 por Acidente vascular cerebral (AVC).

ANO LETAL
O ano de 2021 foi aquele que registrou o maior número de mortes cuja causa mortis consta como Covid-19 (39), enquanto que em 2020 foram 35. Na primeira semana de janeiro de 2022 não foram contabilizados óbitos por Covid-19 de crianças entre 5 e 11 anos, embora os Cartórios de Registro Civil tenham o prazo legal de até 10 dias para enviar os dados ao Portal da Transparência do Registro Civil.

"Por meio dos números do Portal da Transparência podemos constatar que, apesar de reduzidos, também houve óbitos de crianças no estado, expondo esse comovente momento em que ainda estamos passando", disse Karine Maria Famer Rocha Boselli, presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen/SP). "Percebemos com os dados a necessidade da vacinação nas crianças, um importante passo para que mais vidas sejam salvas e para acabar com o contágio desenfreado."

CAUSAS NATURAIS
Contabilizando-se todas as mortes por causas naturais em São Paulo, a faixa etária entre 5 e 11 anos apresenta 1.102 óbitos, sendo 517 em 2020 e 582 em 2021 - com 3 lançamentos de óbitos na primeira semana de janeiro de 2022. Dentre as causas de mortes segmentadas pelo Portal, Septicemia foi a causa de 137 mortes, Pneumonia (120), AVC (89), Insuficiência Respiratória (116) e Covid-19 (74). Importante constatar que os Demais Óbitos, que reúnem várias doenças não segmentadas no Portal, totalizaram 510 mortes.

SERVIÇO
SOBRE A ARPEN/SP
Fundada em fevereiro de 1994, a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (ArpenSP) representa os 836 cartórios de registro civil, que atendem a população em todos os 645 municípios do estado, além de estarem presentes em outros 169 distritos e subdistritos, realizando os principais atos da vida civil de uma pessoa: o registro de nascimento, casamento e óbito.

Brasil registra 324 mortes de crianças
no período da pandemia, diz entidade

Dados contabilizados pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil) apontam que no Brasil, as crianças entre 5 e 11 anos totalizaram 324 falecimentos por Covid-19 desde o início da pandemia.

Entre os estados brasileiros, São Paulo, estado mais populoso do país respondeu percentualmente por 22,8% dos óbitos de crianças nesta faixa etária, seguido por Bahia (9,3%), Ceará (6,8%), Minas Gerais (6,5%), Paraná (6,2%), Rio de Janeiro (5,9%) e Rio Grande do Sul (4%). Amapá, Mato Grosso e Tocantins foram as unidades que registraram o menor número de óbitos na faixa etária. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 23 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection