[[date:%A, %d %B %Y]]

Mais que um posto de combustíveis...

EditorialDireito

Mais que um posto de combustíveis...

Hoje, no Brasil, os eleitores estão observando muito mais do que imaginam tais senhores despreparados. 

Com certeza você que nos prestigia com sua leitura constante deve lamentar tanta notícia desencontrada – muitas vezes ditas pela mesma fonte e no mesmo dia – relatando fatos ou atitudes que contrariam o mínimo do bom senso. Uma dessas pérolas circulou na quarta-feira (8) para dar conta de que a ex-deputada estadual que não conseguiu eleger-se para o senado, Janaína Paschoal, passou a sofrer campanha para que não voltasse a dar aulas na Faculdade de Direito da USP, no Largo São Francisco, a mais tradicional da América Latina. A reação consta de um abaixo-assinado de alunos do Centro Acadêmico da instituição apoiada veladamente por alguns professores.

Janaína é professora de direito que foi admitida na USP por concurso público. Estava licenciada por causa de seu envolvimento na política o que – diga-se – é obrigatório; por não ter sido reeleita, vai deixar o Assembleia no próximo 15 de março.

Na mesma quarta-feira a bancada evangélica da Câmara Federal, em Brasília, tentou eleger um presidente para essa frente parlamentar. Entretanto, a eleição teve de ser anulada porque havia mais votos apurados do que assinaturas de deputados votantes.

Voltando a Janaína, não se trata aqui de defende-la, coisa que ela sabe muito bem fazer, mas sim da representação de classe (Diretório Acadêmico) de estudantes de advocacia que deveriam conhecer sobre contratação para o serviço público. Não se tira do cargo professores concursados com rabiscos improvisados na cantina da faculdade com caneta Bic, nem na sala de altas autoridades com caneta 'Montt Blanc - Rollerball'.

Quanto à liderança evangélica da Câmara Federal, os representantes do povo que vinculam o cargo à representação divina que ostentam, precisam primar ao menos pelo exemplo.

Hoje os eleitores estão observando muito mais do que imaginam tais senhores despreparados. Foi-se o tempo em que, para o votante, 'Alepo era' apenas mais uma bandeira de posto de gasolina em um bairro de Jacareí.

É a nossa opinião. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 03 Março 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection