Terça, 25 Junho 2024

Feriados moderados, mas não muito

Editorialcalendário

Feriados moderados, mas não muito

Houve há poucos dias (sempre há) um início de tentativa para regulamentar isso mantendo um número modesto de paradas.  

Já há quem reclame do número de feriados que tivemos e ainda teremos este ano. Comemoramos o Dia dos Finados (2), vamos comemorar a Proclamação da República (15) e estrear o Dia da Consciência Negra (20), já em vigor no Estado de São Paulo, em data que relembra Zumbi dos Palmares, e com a promessa do presidente Lula de transformá-lo em feriado nacional.

Entretanto, não somos os campeões de paradas comemorativas. Índia e Colômbia lideram, empatados como como os mais festeiros no mundo, com 18 paralizações, isto porque o Sri Lanka não contabiliza as repetições, pois ali se comemoram todas as luas cheias do ano, além dos demais obrigatórios.

Dentre outros países que também se destacam nas paralizações festivas, estão Tailândia, Líbano e Coreia do sul, com 16 feriados cada um, Japão Argentina, Chile e Finlândia, com 15, Mianmar, Nepal, Irã, Malásia, Bangladesh, Egito e Camboja, com 13.

O Brasil se permite a pontos facultativos, feriados nacionais (9), estaduais e municipais, o que eleva a conta às alturas. Compreensível quando seccionamos as paradas de acordo com o local (no caso das paradas estaduais e municipais) e contamos apenas os nove nacionais.

Por isto, somos considerados país moderado em matéria de paralizações do trabalho. Porém, se juntarmos todo o universo de folgas oficiais (as que listamos aqui), com as emendadas, quando a data principal cai numa quinta, sexta, segunda ou terça – a coisa vai longe. E, tem mais: nossa extensão territorial criou as paradas políticas nas quais entram parlamentares, as respectivas assessorias e os serviços agregados, que trabalham mais de terça a quinta-feira.

Houve há poucos dias (sempre há) um início de tentativa para regulamentar isso mantendo um número modesto de paradas. A maioria fingiu que não escutou. Não ficaria bem discutir isto num momento em que se recebe um novo feriado, como agora. Depois a gente vê.

É a nossa opinião. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 25 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection