[[date:%A, %d %B %Y]]

Amarelemos!

Editorial'maio amarelo'

Amarelemos!

As estatísticas de acidentes deveriam nos fazer precavidos, mas habituados que estamos em banalizar situações ruins, deixamos para lá. 

Se você dirige automóvel pelo centro da cidade ou pelas ruas mais movimentadas dos bairros, deve ter experimentado o susto pela surpresa de ser ultrapassado por moto que parece ter surgido 'do nada', a uma velocidade muito acima da permitida e quase sempre pela direita. Isto quando, milésimos de segundos antes, lhe passara pela cabeça mudar de faixa sem perceber que justamente por aquele lado vinha o piloto em sua máquina mortal.

As estatísticas de acidentes nesse perfil deveriam nos fazer precavidos, mas habituados que estamos em banalizar situações ruins, deixamos para lá. Claro que os casos com motos são mais frequentes pela quantidade, mas abusos viários existem em todas as categorias.

Já se pensa na criação de faixas especiais para motos trafegarem de maneira mais segura, que somando às de ciclistas, de ônibus e melhor sinalização de rua poderão amenizar bem o quadro. Entretanto, se não houver vontade baseada no bom senso e respeito ao próximo, em pouco ajudarão estudos, entidades orientadoras e até mesmo punições mais severas.

'Somos todos pedestres em muitos momentos', diz um ditado desgastado, mas sábio. Porém, essa ideia também se tornou mais um dos problemas da mobilidade urbana com a contrapartida: 'em acidentes de trânsito todos temos uma ponta de culpa'. Estão aí os pedestres atravessando fora das faixas de segurança ou das passarelas; bicicletas nas calçadas, motos conduzidas por menores ou por maiores inabilitados, motoristas veteranos dirigindo alcoolizados e por aí vai.

Uma entidade internacional de segurança viária adverte sobre o arriscado que é dirigir, 'em quaisquer circunstâncias', basta sair no veículo. Portanto, a responsabilidade de reduzir ao máximo a mortalidade por acidente de trânsito é de todos nós.

Esse risco inspirou a criação do 'Maio Amarelo' amparado pelos estudiosos do assunto. Maio está terminando, com a esperança de que assumamos definitivamente a postura de lutar pela segurança viária nas ruas. 'Amarelemos' no bom sentido. É o nosso desejo;

É a nossa opinião. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 02 Julho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection