[[date:%A, %d %B %Y]]

Morador de Jacareí continua desaparecido após tempestade que devastou Petrópolis

CidadeTragédia

Morador de Jacareí continua desaparecido após tempestade que devastou Petrópolis

Luiz José Faria Ramos está entre desaparecidos da tempestade, desde a última terça-feira (15). 

Trabalhos de desobstrução na Rua Teresa, bloqueada pela lama acumulada de deslizamentos de terra durante chuvas em Petrópolis. Foto- Fernando Frazão/Agência Brasil

Um homem de 40 anos, morador de Jacareí, está entre os desaparecidos da tragédia de Petrópolis (RJ), após o temporal que devastou a cidade serrana na última terça-feira (15). Luiz José Faria Ramos estava a trabalho. Segundo informações da esposa de um colega de trabalho do jacareiense, ele voltava do serviço com três amigos quando o carro onde eles estavam foi surpreendido pela enxurrada.

A confirmação do desaparecimento do morador de Jacareí veio na quarta-feira (16), quando a esposa de um dos homens ligou para a família de Luiz relatando o ocorrido.

Era o próprio Luiz quem dirigia o carro. Informações repassadas por seus colegas, dão conta de que eles conseguiram sair do veículo em segurança e tiveram escoriações pelo corpo, mas Luiz precisou sair pelo lado do passageiro e desapareceu entre as águas.

Luiz é pai de dois filhos, um menino de quatro anos e uma menina de dois. O filho mais velho fez aniversário um dia antes da tragédia.

Bombeiros atualizam número
de mortos em Petrópolis para 178

Akemi Nitahara/Vitor Abdala
Agência Brasil 

As mortes provocadas pela chuva da última semana em Petrópolis, na região serrana fluminense, chegam a 178, segundo informações do Corpo de Bombeiros. As equipes trabalham dia e noite no resgate de vítimas. Além dos corpos encontrados, os bombeiros retiraram 24 pessoas com vida.

Segundo a prefeitura de Petrópolis, 114 corpos tinham sido sepultados até a noite de domingo (20). O trabalho de identificação e liberação de corpos continua sendo feito pelo Instituto Médico Legal (IML). Também estão sendo procurados mais de 100 desaparecidos.

O temporal mais forte caiu no dia 15 de fevereiro, mas desde então a chuva voltou a atingir a cidade em diversas ocasiões. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão para esta segunda-feira (21) é de pancadas de chuva ao longo do dia.

Ontem (20), a Defesa Civil de Petrópolis acionou, no fim da tarde, as sirenes do primeiro distrito, além de emitir avisos por SMS e grupos de comunicação por aplicativo. O primeiro distrito envolve a parte mais densa da cidade e os bairros já atingidos pelos deslizamentos de terra e enchentes do dia 15, como Alto da Serra, Bingen, Quitandinha, Valparaíso e centro.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 26 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection