[[date:%A, %d %B %Y]]

EDP reforça orientação sobre consumo de energia e cuidados com aparelhos

Geraldias quentes

EDP reforça orientação sobre consumo de energia e cuidados com aparelhos

Ar-condicionado e geladeira têm maior impacto nos gastos com energia elétrica; confira dicas de economia.  

A EDP, distribuidora de energia de Guarulhos, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte, reforça alguns cuidados para evitar o desperdício e elevação na conta de luz. Foto- EDP/Divulgação
Alguns eletrodomésticos podem ser considerados 'vilões' se não utilizados corretamente, quando se trata de consumo de energia, resultando em um impacto significativo nas despesas do lar. Com a tendência de temperaturas elevadas para os últimos dias de fevereiro, a EDP, distribuidora de energia de Guarulhos, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte, reforça alguns cuidados para evitar o desperdício e elevação na conta de luz.

O calor excessivo impacta nos hábitos de utilização dos eletrodomésticos pelas famílias, demandando maior utilização de equipamentos de refrigeração e ventilação, em especial ventiladores, freezer, geladeira e ar-condicionado, e, como consequência, pode refletir no consumo e no valor da fatura.

Por exemplo, o corpo humano perde mais líquido em altas temperaturas e aumenta a necessidade de hidratação. Logo, a porta da geladeira passa a ser aberta mais vezes durante o dia em busca de água gelada. A geladeira corresponde, em média, a 30% do consumo total de uma casa. Por isso, equalizar os momentos de abertura do eletrodoméstico, verificar a borracha de vedação e ajustar a temperatura interna são medidas que podem ajudar a economizar.

"É importante destacar que, durante o verão, os cuidados e a atenção no consumo de energia devem ser redobrados, uma vez que o calor influencia diretamente no consumo dos equipamentos de refrigeração e ventilação", ressalta o gestor da EDP, Roberto Miranda.

Confira dicas de economia para cada equipamento:

Ar-condicionado
O ar-condicionado é um dos aparelhos que mais consome energia, principalmente se utilizado em temperaturas baixas ou por longos períodos. Se for usá-lo, coloque-o na temperatura 23 graus ou maior e programe para que desligue automaticamente.

O uso diário de ventiladores e aparelhos de ar-condicionado é necessário, mas, em dias com temperaturas amenas, prefira ligar o ventilador. Os ventiladores de teto são a forma mais em conta para arejar um ambiente. Quando utilizados na velocidade média podem consumir até 11 vezes menos que um ar-condicionado. Mas, cuidado, um número excessivo de aparelhos ligados pode elevar consideravelmente sua conta.

Além disso, assegure-se de que os aparelhos e sistemas de climatização estejam em bom estado de funcionamento, realizando manutenções preventivas regularmente. 

Geladeira
A geladeira corresponde, em média, a 30% do consumo total de uma casa. Antes de abrir a geladeira, pense no que precisa, ou seja, diminua o tempo em que a porta ficará aberta. O aparelho deve ficar longe de locais quentes, como o fogão ou áreas que pegam sol. Recomenda-se ainda que geladeiras e refrigerados sejam instalados afastados da parede em pelo menos 10 cm.

Além disso, verifique as vedações de borracha da porta, para evitar entrada de calor externo. Ajustar a temperatura interna também pode ajudar a economizar. Não seque roupas atrás da geladeira e não guarde alimentos muito quentes. Faça sempre o degelo do aparelho, caso o modelo não seja frost free.

Chuveiro elétrico
Com o calor, hábitos do inverno devem ser deixados de lado. O chuveiro deve estar na posição 'verão' ou, preferencialmente, no modo de aquecimento desligado. Seu uso prolongado, especialmente em potências elevadas, pode resultar em um consumo significativo. Prefira, se possível, os momentos mais quentes do dia para o banho.

Forno elétrico
Assim como o ar-condicionado, seu uso prolongado pode impactar significativamente na conta de luz. Ao adquirir um produto, o ideal é que o consumidor esteja atento às classificações que constam no selo Procel, que varia de A (mais eficiente) a G (menos eficiente). Opte sempre pelo aparelho de consumo A.

Máquina de lavar roupa e secadora
É mais eficiente em termos de energia secar roupas ao ar livre. Quando a máquina é utilizada, consome bastante energia. Opte por utilizar máquinas de lavar em sua capacidade máxima.

Ferro de passar roupa
Seu uso frequente pode representar um consumo considerável de energia. O ideal é reunir um volume de peças e passar todas de uma vez.

Computadores e equipamentos eletrônicos
Os dispositivos eletrônicos consomem energia mesmo em modo de espera, contribuindo para o consumo total. Evite deixar aparelhos em stand-by e desligue-os quando não estiverem em uso.

Com relação ao televisor é importante não deixar o aparelho ligado sem ninguém assistindo e assim como outros eletroeletrônicos que devem ser retirados da tomada. Na hora de dormir, caso queira ficar com a tv ligada, coloque o modo "soneca" para o desligamento automático.

Lâmpadas
Mantenha cortinas e persianas abertas durante o dia para aproveitar a luz solar e reduzir a necessidade de iluminação artificial. Sempre que deixar um ambiente, desligue a luz.

Opte por equipamentos mais eficientes em termos energéticos, como lâmpadas LED e aparelhos classificados com alta eficiência energética, pode ajudar a reduzir o consumo e os custos. 
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 15 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection