Quarta, 01 Dezembro 2021

Ingredientes enganadores

Ingredientes enganadores

Para salvar a vida do amigo, Ernest faz um procedimento arriscadíssimo: transplanta o cérebro do malfeitor ao professor.  

Ter Boris Karloff e Bela Lugosi no elenco de um filme cujo título é 'Sexta-Feira 13' faz a gente imaginar o terrorzão na tela. Certo? Errado. A produção de 1940 junto 2 dos grandes ícones do horror do cinema para filmar uma história de... ficção científica! Isso mesmo.

Em 'Sexta-Feira 13' ('Sexta-Feira Negra', no título original - na íntegra no youtube), Karloff é Ernest, médico bem-conceituado no meio e muito amigo de George (Stanley Ridges), pacato professor de literatura numa universidade. Na tal sexta, um tiroteio polícia-e-ladrão na rua termina com o atropelamento de George, e Red (também Ridges), um dos assaltantes, fica gravemente ferido.

Para salvar a vida do amigo, Ernest faz um procedimento arriscadíssimo: transplanta o cérebro do malfeitor ao professor. Passado algum tempo, o médico resolve testar seu experimento. Leva o professor a uma viagem e, quando este adormece, provoca-o chamando pelo nome do gângster morto.

Qual não é a surpresa quando, de repente, por causa de um efeito colateral não previsto, Red ressurge na pele de George, igual a 'O Médico e o Monstro'! As consequências são devastadoras e Ernest está em apuros. O longa-metragem foi o terceiro da carreira do diretor Arthur Lubin, que anos depois comandaria o seriado 'Bonanza', e o quinto trabalho do roteirista Curt Siodmak, que escreveu outros tantos scripts de terror.

Ah, sim, Lugosi. Ia me esquecendo. O eterno 'Drácula' (1931) interpreta Eric, um dos membros da gangue de Red. É, ele coadjuva a trama e sequer contracena com Karloff. A jogada dos realizadores de 'Sexta-Feira 13' ao anunciarem nos créditos iniciais 'Boris Karloff & Bela Lugosi em...' foi, óbvio, o chamariz ao público para assistir à fita.

O espectador, coitado, foi ao cinema pensando que veria a guerra entre Frankenstein e Drácula e se deparou com um enredo de transplante de cérebros ambientado num filme noir de boa qualidade até, muito pela atuação de Ridges, que se transforma grandiosamente de um papel ao outro. Karloff, lorde inglês que parecia bem mais alto do que seu 1,81 metro, se apaga ao dividir o set com o discípulo de dr. Jekyll. Duração: 70 minutos. Cotação: bom.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 01 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://diariodejacarei.com.br/

No Internet Connection