Publicidade
Quinta-feira, 22 de Abril de 2021 | você está em »principal»Notícias»Geral
Publicado em 28/02/2021 às 10h48
Uso de duas máscaras não protege contra novas variantes da Covid-19
A Redação / Assessoria de Imprensa
Ilustração
Ilustração
Especialista esclarece que usar apenas uma máscara cirúrgica é eficaz para evitar a contaminação pelo vírus causador da Covid-19

O uso de duas máscaras, uma sobre a outra, tem ganhado adeptos e repercussão nas mídias sociais. A sobreposição começou a se popularizar depois dos estudos sobre as novas variantes do coronavírus, as quais são mais transmissíveis como indicam as análises das novas cepas com mutações. 

Apesar de a nova característica assustar num primeiro momento, a infectologista e coordenadora do Comitê Covid-19 do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), Andrea Almeida, esclarece que usar apenas uma máscara cirúrgica é eficaz para evitar a contaminação pelo vírus causador da Covid-19. As outras medidas como higienização das mãos e respeito ao distanciamento social também permanecem indicadas.

"As novas variantes observadas são mais transmissíveis, sim, mas o vírus não muda de tamanho, logo, usar apenas uma máscara ainda evita que o coronavírus entre nas vias respiratórias", pontua Andrea. A infectologista reforça que nenhuma instituição de saúde indicou ou confirmou a eficácia da sobreposição de máscaras, lembrando que todas as medidas de prevenção e segurança precisam de justificativa técnica dos órgãos de saúde.

"A sobreposição é indicada às pessoas que desenvolvem reações ou inflamações aos materiais da máscara. Há quem use a por baixo da máscara de TNT uma de tecido para evitar irritações no rosto", esclareceu Andrea que também chamou a atenção para o uso correto da máscara. "Esse equipamento precisa estar bem ajustado ao rosto, tampando nariz e boca, para impedir a contaminação pelas vias respiratórias. Além disso, é importante evitar o contato das mãos com o rosto", explicou a infectologista.

PROTEÇÃO
O nível de proteção e o tempo de uso dependem do material do qual a máscara é feita. No caso dos equipamentos feitos de algodão, é ideal que sejam trocados a cada 2 horas ou sempre que ficarem úmidos. As máscaras comuns de TNT devem ser utilizadas uma única vez. Já as máscaras N95, destinadas aos profissionais da saúde, podem ser utilizadas por até uma semana.

SERVIÇO
SOBRE O IAMSPE

O Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual de São Paulo (Iamspe) é o sistema de saúde do servidor público estadual. Com uma rede de assistência própria e credenciada presente em mais de 100 municípios, o Iamspe oferece atendimento a 1,3 milhão de pessoas, entre funcionários públicos estaduais e seus dependentes.
O Iamspe é um órgão do Governo do Estado de São Paulo, vinculado à Secretaria de Projetos, Orçamento e Gestão.

Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

22 ABR
Publicidade
Publicidade
Notícias
facebook
Blogs
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: