Publicidade
Sábado, 19 de Outubro de 2019 | você está em »principal»Notícias»Editorial
Publicado em 24/10/2012 às 18h22
Quem aparecerá na TV?
A redação / Diário de Jacareí

Quando se discute a relação entre a imprensa e a ação política no Brasil, sempre se olha pelo viés da veiculação da notícia nos grandes jornais, revistas e programas televisivos. Entretanto, com os avanços tecnológicos, esse debate começa a ganhar novas fronteiras.

A ‘evolução’ da TV Câmara Jacareí, que rompe a barreira da TV por assinatura e ganha o sinal aberto em UHF, em caráter pleno, até o final do ano, representa não apenas a ampla divulgação do trabalho dos vereadores, mas uma nova fronteira entre a TV estatal ou pública e o impacto que sua atividade provoca, sobretudo, no bolso do contribuinte.

Os órgãos de imprensa oficiais, atuantes como porta-vozes da propaganda travestida de informação, já foram usados e reutilizados tanto como exemplo de agregação de um povo quanto como alienação de suas deficiências. Em todos os exemplos, são comuns os maciços investimentos em tecnologia e o distanciamento da população como elemento fundamental na elaboração das notícias e pautas.

Com o alcance ampliado para toda a população de Jacareí, em teoria, a TV Câmara extingue o ‘filtro’ da interpretação midiática e apresenta o trabalho dos vereadores ‘em suas verdadeiras cores’. Entretanto, o que é que a câmera mostrará e o que ela não mostrará sobre a realidade da cidade de Jacareí e de seus habitantes?

É curioso imaginar, por exemplo, qual seria o impacto da opinião pública se a sessão que decidiu pela aprovação do aumento dos subsídios dos vereadores em quase 100 por cento tivesse sido transmitida, ao vivo, em um canal aberto. Estaria a TV Câmara disposta a abrir um fórum de discussão em torno do assunto e perguntar para o telespectador qual a sua opinião sobre o tema?

Discutir qual será a atuação da TV Câmara Jacareí não é apenas uma questão que envolve o poder de um veículo de comunicação sobre a opinião pública; mas, envolve, principalmente, o destino do dinheiro dos contribuintes. A estrutura da Câmara de Vereadores, assim como qualquer outro bem público, deve servir do princípio ao fim à população, que merece e precisa de um meio de ser vista e ouvida com qualidade, e não como uma plataforma de divulgação destilada de ações governamentais e demais atores políticos.

A TV Câmara de Jacareí detém as ferramentas para alcançar toda a cidade com informação em um modelo de emissora genuinamente pública. Bastará saber de que forma esse modelo irá atuar sobre o bolso do telespectador e como ele pretende chegar à casa de cada cidadão.

É a nossa opinião.

Publicidade
Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

19 OUT
Publicidade
Notícias

Blogs
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: