Publicidade
Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2021 | você está em »principal»Notícias»Editorial
Publicado em 09/08/2013 às 16h32
Pais e Heróis
A redação / Diário de Jacareí

Neste domingo (11), filhos e filhas de todo o Brasil se reunirão para homenagear aquele que simboliza a figura central, ao lado da mãe, da representação moderna do núcleo familiar: o pai. Mesmo aqueles, cujos pais já não estão mais presentes, seja pela perda, seja pela distância presencial, não deixarão de prestar suas homenagens através do resgate de momentos especiais guardados na memória.

Lembranças que remetem à infância de cada um e aos valores que aprendemos a dar e a modificar ao longo dos relacionamentos humanos desenvolvidos por cada um de nós ao longo da vida.

A figura heróica do ‘super-homem’ presente no imaginário infantil, a qual reconhece na figura masculina o papel de ‘porto seguro’, da segurança e da proteção é a prova concreta da importância de sua presença para a formação da identidade da criança. Não importa se ocupamos o ‘posto’ de filhos de pais, ou se somos pais de filhos, ou ambos ao mesmo tempo.

O universo subjetivo de cada um está e estará permeado por essa figura, a qual sempre sabe e tem todas as respostas para as perguntas mais indecifráveis do mundo. Essa é a pessoa que atende pelo nome de pai, o herói-guru.

O Dia dos Pais, assim como o Dia das Mães e outras datas que celebram a família, torna-se também uma ocasião que propicia o fortalecimento dos laços familiares, pois representa um momento de (re) aproximar os afetos.

Em especial, em um ambiente contemporâneo que imprime a cada indivíduo novos afazeres e responsabilidades em um amontoado pluralizado de relações sociais, bem diferentes da sociedade colonial, por exemplo. Naquela, as famílias eram numerosas e centradas na figura paterna. Hoje, a família é o espaço da vida privada em que cada um divide com o outro afeto e compromissos fidelizadores.

Dessa forma, faz-se presente a relevância do modelo idealizado, no qual não apenas a presença física do pai é essencial, mas o papel exercido por este na vida do filho, para a passagem da criança do mundo biológico ao mundo social. Essa carga emocional transmitida de pai para filho, tanto sob o ponto de vista positivo quanto negativo é a bagagem que cada um carrega consigo. O que fazer com ela, como utilizá-la ou quando descartá-la será uma resposta que só a experiência dos anos irá dizer.

Certa vez, no auge do existencialismo marxista francês do século XX, o filósofo Jean Paul Sartre, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, em 1964, afirmou que “o essencial não é o que foi feito do homem, mas o que ele faz daquilo que fizeram dele”. 

Parabéns a todos os pais! Que esta data possa ser desfrutada por relações familiares ainda mais sinceras e verdadeiras, e as transformações adquiridas por cada um ao longo do tempo sejam apenas diferenças e sirvam de inspiração para todos nesta mutante roda gigante da vida.

É a nossa opinião.

 

 

 

Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

26 FEV
Publicidade
Notícias
facebook
Blogs
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: