Publicidade
Domingo, 21 de Abril de 2019 | você está em »principal»Notícias»Geral
Publicado em 26/11/2018 às 14h07
Obesidade é considerada epidemia pela Organização Mundial de Saúde
A Redação / Assessoria de Imprensa
Ilustração
Ilustração
Segundo estimativa da OMS, em 2025 cerca de 2,3 bilhões de adultos estarão com sobrepeso e mais de 700 milhões serão obesos

O alerta é global. A obesidade é um dos maiores problemas de saúde pública do mundo. Segundo estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2025 cerca de 2,3 bilhões de adultos estarão com sobrepeso e mais de 700 milhões serão obesos. E uma das consequências do excesso de peso é o aumento do índice de doenças cardiovasculares, que estão entre as enfermidades que mais causam mortes.

De acordo com Marcelo Sampaio, cardiologista da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo e coordenador do Pronto Atendimento do BP Mirante, hospital premium da instituição, um dos maiores riscos é o acúmulo de placas de gordura nas artérias. A obstrução impede o fluxo de sangue de chegar ao coração, enfraquecendo o músculo cardíaco e podendo causar infarto. 

O cardiologista ressalta que o sobrepeso também pode acarretar diabetes e hipertensão, quando os vasos sanguíneos ficam enrijecidos e o coração precisa de mais força para bombear o sangue.

EXERCÍCIOS E DIETA
Praticar atividades físicas e manter uma boa dieta podem evitar obesidade e as doenças relacionadas. Mas segundo Alexandre Sakano, gastrocirurgião da BP, além de ter um estilo de vida saudável, fazer acompanhamento médico é fundamental para evitar a síndrome metabólica, um grupo de fatores de risco que aumenta a ocorrência de doenças cardiovasculares, entre outras enfermidades. 

O gastrocirurgião explica que, dependendo do caso, a cirurgia bariátrica pode despontar como umas das opções de tratamento da obesidade e das doenças associadas ao excesso de gordura no organismo, mas reforça que é necessária uma avaliação médica criteriosa.

SERVIÇO
A BP -Beneficência Portuguesa de São Paulo
A Beneficência Portuguesa de São Paulo agora é BP. Composto por quatro hospitais com foco em alta complexidade e que atendem diferentes perfis de clientes e outros três serviços que contemplam medicina diagnóstica, atendimento ambulatorial e educação e pesquisa, a BP compreende mais de 220 mil m² construídos, 7.500 colaboradores e 4.500 médicos distribuídos em 8 edifícios e cerca de 50 clínicas nos bairros da Bela Vista, onde são concentrados os serviços privados, e da Penha, onde são oferecidos os serviços para clientes regulados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Publicidade
Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

21 ABR
Publicidade
Notícias

Blogs
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
08/10/2018
Qual a sua opinião sobre a mudança do Poupatempo para a região central de Jacareí
  • 70.8%
  • 20.9%
  • 8.3%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: