Publicidade
Terça-feira, 24 de Novembro de 2020 | você está em »principal»Notícias»Esportes
Publicado em 30/05/2020 às 10h55
Jacareí Rugby vê cancelamento de campeonato como decisão acertada
A Redação / Diário de Jacareí
Ícaro Leal/Jacareí Rugby
Ícaro Leal/Jacareí Rugby
Com o cancelamento do Campeonato Brasileiro de XV, o Jacareí Rugby já começa a fazer planos para a próxima temporada

O cancelamento do Campeonato Brasileiro de XV 2020, devido à pandemia de Covid-19, é analisado pelo Jacareí Rugby com uma ação ‘correta e sensata da CBRu’. A competição, que seria disputada entre os meses de abril a novembro de 2020, não acontecerá este ano pela primeira vez desde 1964. O Jacareí disputa o campeonato desde 2015 e foi o campeão em 2017.

“A gente vê o adiamento e o cancelamento de competições em outras modalidades e a gente já esperava algo na mesma linha com o rugby”, disse o coordenador técnico e treinador da equipe adulta, Júlio Faria.

Segundo comunicado da CBRu, um dos motivos pelo qual a opção de cancelamento foi levada adiante foi em razão do cenário de incertezas quanto às medidas de isolamento social e restrição de serviços no combate à pandemia do novo coronavírus. Além disso, o torneio é organizado com investimentos captados por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte e a entidade não considera possível executar todos os recursos captados em um calendário menor.

Outro ponto importante é que a abertura das atividades pode variar de estado para estado e isso poderia ser um problema em razão de equipes de diferentes regiões se enfrentarem pela competição.

Apesar da conquista do título Brasileiro de Sevens, em fevereiro de 2020, referente ao ano de 2019, o Jacareí Rugby vê este ano como um período de provações e dificuldades para o clube. Porém, também enxerga uma oportunidade para estruturar ainda mais a equipe.

“É uma leitura negativa para o ano de 2020, porém o momento pede que isso aconteça. Também servirá para que a gente consiga se reestruturar após o processo de retomada das atividades pós-pandemia. Cada clube vai precisar fazer uma avaliação e ver o impacto que isso teve dentro das suas realidades e se ajustar as competições para o ano de 2021. Então, é um tempo que a Confederação proporcionou aos clubes que vai ser fundamental para essa leitura e reestruturação dos clubes de rugby no Brasil”, concluiu Faria.

Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

24 NOV
Publicidade
Notícias
facebook
Blogs
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: