Publicidade
Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019 | você está em »principal»Notícias»Geral
Publicado em 05/05/2019 às 11h50
Hipertensão arterial é a maior causa de mortes por doenças cardíacas no Brasil
A Redação / Assessoria de Imprensa
Arquivo/PMJ
Arquivo/PMJ
Uma das formas de prevenção da doença é aferir a pressão arterial anualmente em todas as pessoas acima de 18 anos

A hipertensão arterial mata cerca de 30 milhões de pessoas por ano no Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde. E na semana em que se celebrou o Dia Nacional de Combate à doença (26 de abril), a cardiologista e coordenadora de cardiologia do Salomão Zoppi, laboratório da Dasa, Rica Buchler, fez um alerta: a evolução da doença no território brasileiro acontece porque a maioria da população não faz o tratamento adequadamente, o que gera consequências graves.

A hipertensão arterial ou pressão alta é uma doença crônica caracterizada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. E é um dos principais fatores de risco para a ocorrência de acidente vascular cerebral, enfarte, rotura de aneurisma arterial prévio e insuficiência renal e cardíaca. "A doença é responsável por pelo menos 40% das mortes por AVC, 60% dos infartos e, em combinação com o diabetes, 50% dos casos de insuficiência renal", explica a médica.

Ministério da Saúde diz que doença
atinge 25% da população brasileira

Uma pesquisa do Ministério da Saúde indica que a hipertensão já atinge cerca 25% da população brasileira na atualidade e 94% dessas pessoas não controlam adequadamente a doença com medicamentos. 

"Por ser tratar de uma doença silenciosa, em alguns casos, o paciente só descobre sobre ela nos casos mais graves, quando causa complicação, como AVC, insuficiência renal, infarto, entre outras", considera Rica Buchler, especialista no assunto. Por isso, a médica ressalta, que a avaliação correta e a interpretação da pressão arterial são essenciais para o diagnóstico. 

"É importante procurar um médico ao identificar qualquer alteração e o ideal é realizar exames complementares conforme a indicação do profissional. A pressão alta não tem cura, mas tem tratamento, pode ser controlada e somente um médico poderá determinar o melhor método para cada paciente.", explica.

SINTOMAS
Os sintomas mais comuns apresentados por pessoas hipertensas são dor de cabeça, falta de ar, visão borrada, sensação de desconforto nos ouvidos, tontura e dores no peito.

Após o diagnóstico e a indicação do tratamento, o paciente deve seguir à risca as indicações prescritas pelo médico. De acordo com o Ministério da Saúde, 90% dos casos de hipertensão são herdados dos pais, mas há vários hábitos de vida do indivíduo que influenciam nos níveis de pressão arterial.

OBESIDADE
A pressão alta faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer com que o sangue seja distribuído corretamente no corpo e isso se intensifica no caso de obesos, um dos grupos mais propensos a desenvolver

Dados do Ministério da Saúde indicam que 53% da população brasileira estão acima do peso e cerca de 46% praticam atividade física de forma insuficiente.

SERVIÇO
Como se prevenir

- Aferir a pressão arterial anualmente em todas as pessoas acima de 18 anos;

- Praticar atividades físicas regulares, como caminhada de 30 minutos ao dia pelo menos cinco vezes durante a semana;

- Evitar consumo de álcool e cigarro em demasia;

- O consumo de sódio deve ser moderado, no máximo 2,3 grama por dia;

- Opte pelo que é mais saudável, procure por alimentos frescos, que podem ser encontrados em supermercados e feiras da sua região.

Publicidade
Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

19 AGO
Publicidade
Notícias

Blogs
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
08/10/2018
Qual a sua opinião sobre a mudança do Poupatempo para a região central de Jacareí
  • 70.8%
  • 20.9%
  • 8.3%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: