Publicidade
Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2021 | você está em »principal»Notícias»Geral
Publicado em 19/01/2021 às 09h18
Falta de insumos da China pode emperrar a produção de vacinas aprovadas no Brasil
Bernadete Druzian / Agência Rádio2
Governo de SP
Governo de SP
Possível falha na entrega dos insumos, prevista para até o fim do mês, pode provocar mudanças no cronograma de vacinação no Brasil

Vencido o desafio da aprovação emergencial da vacina contra a Covid-19, mais uma ameaça coloca o Brasil sob risco de não ter continuidade na imunização. A falta de insumos para produção da CoronaVac é uma das preocupações do Instituto Butantan, responsável pela manipulação da fórmula do laboratório chinês Sinovac no país.

O presidente do Instituto, Dimas Covas, disse, na segunda-feira (18), que é imprescindível que a matéria-prima chegue até o fim do mês para que não haja interrupção no processo. E admitiu que se houver falha na entrega dos insumos, prevista para até o fim do mês, pode haver mudanças no cronograma de vacinação.

A data inicial é 08 de fevereiro para iniciar a aplicação em idosos acima de 75 anos. 

O Butantan tem capacidade para produção diária de um milhão de doses da vacina. E já começou a fabricação de 4,8 milhões de doses da CoronaVac, com material que já havia importado da China.

Detalhe importante: para que a população receba essas doses, a Anvisa deve fazer uma nova aprovação de uso emergencial, como fez no último domingo, para os 6 milhões de doses importadas.

Relacionadas
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

26 FEV
Publicidade
Notícias
facebook
Blogs
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: