Publicidade
Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2021 | você está em »principal»Blogs»Filhos Brilhantes
Publicado em 18/08/2017 às 15h13
Telê e os anos dourados do Trianon


BENEDITO VELOSO

O Trianon Clube de Jacareí teve seus anos dourados pela década de 1970 quando foi presidido por Renato Coelho (1975 a 1979). Era o tempo dos bailes semanais com orquestras, dos bailes de formatura e os de debutantes (estes apadrinhados por astros televisão) e dos grandes shows.

Foi quando o clube tornou-se referência regional em apresentação de artistas famosos como Roberto Carlos, Fafá de Belém, Clara Nunes, Toni Ramos, Ronnie Von, Cid Moreira e Dennis Derkian, para citar só os que arrancavam mais suspiros da moçada de então.

Muitos fatores contribuíram para que assim fosse, além da visão administrativa da direção do Trianon, dinheiro em caixa, tradição do clube que à época possuía milhares de sócios, e cenário nacional artístico em ascendência: o dinamismo e competência da diretora social Telê Rodrigues, nossa filha brilhante.

Telê transitava com facilidade no meio artístico tanto do Rio de Janeiro quanto de São Paulo e soube aproveitar o momento para contratar os preferidos da população em geral. Para se ter uma ideia, Fafá de Belém ficava na casa da Telê  quando vinha para um show  e a chamava de "mãezinha".

A cidade viveu momentos de euforia nessa época. Os maiores espaços do Trianon eram pequenos para abrigar tanta gente. Os artistas tinham de entrar às escondidas para não serem assediados pelos fãs.

Terminada a gestão no clube, Telê migrou para o Clube da Saudade que era dirigido pelo marido Sérgio. Lá aconteceu outro desfile de artistas famosos, embora de outro gênero: Carlos Galhardo, Francisco Petrônio, Cascatinha e Inhana, Mazzaropi,  e Gilberto Alves.

Gilberto passou a morar em Jacareí e, claro, frequentar a casa da Telê onde era recebido por incríveis bolinhos caipiras, de receita secreta da filha Isamara, e bolo de fubá, seu predileto, de receita pública porém que só ela acertava o ponto como o cantor gostava.

Na noite de 3 de junho de 1992, Gilberto liga para casa da Telê: "Olha! Amanhã vou cedinho aí pra cumprimentar você pelo aniversário e quero o bolo de fubá no café heim!". Não foi. Encontraram-no morto ainda na cama. Era manhã do dia 4.

Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

15 JAN
Publicidade
Notícias
facebook
Artigos
Perfil do Blog
Filhos Brilhantes

Assuntos como cerimonial, teatro, literatura, música, pintura terão sempre pessoas da terra como protagonistas, a grande maioria de Jacareí

 


E-mail do autor: bvelosomc@gmail.com
Arquivo
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: