Publicidade
Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 13/09/2019 às 15h06
Os Virtuosos


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

Considera-se Leo Lins aclamado comediante, quando o assunto é Jacareí. Porém, bem-humorada e criativa é mesmo a Secretaria Municipal de Educação, que decidiu homenagear a Matemática, no desfile de Sete de Setembro.

É bom viver alegremente, e nada fala mais alto aos corações patriotas que o Dia da Independência. Bem diferente do XV de Novembro, na mais otimista das hipóteses encarado como um mal desnecessário e que só perde em melancolia para o feriadão de Finados.

Explica-se o motivo do contentamento coletivo: é que, todo Sete de Setembro, o Brasil real, que queremos de volta aos trilhos da prosperidade, reconciliado com suas tradições ibérico-cristãs, tem um encontro marcado com seu DNA fundador.

O ano de 1822 é apenas o ápice de uma Nação que começou a raiar antes mesmo de 1500, no reinado português de Manuel I, 'O Bem-Aventurado", quando a missão secreta de Duarte Pacheco Pereira explorou o Norte de nossas terras, posteriormente oficializada essa descoberta por Cabral.

Relevante à formação do Brasil também foram a regência e o reinado de Dom João VI. Este gerou nosso primeiro grande salto civilizacional e encorajou seu filho a proclamar a Independência, quando necessária: "Se o Brasil vier a se separar de Portugal, põe a coroa na tua cabeça, antes que algum aventureiro o faça".

Traindo as obviedades, ainda restam considerações a tecer sobre o papel formador de Dom Pedro I. Autor da Constituição brasileira mais duradoura, mantenedor da dimensão continental de nosso território e pai diligente da melhor educação para que seu sucessor lhe suplantasse os defeitos e se tornasse o mais longevo, sábio e respeitado estadista brasileiro de todos os tempos.

Quem proclamou a Independência do Brasil foi a Imperatriz Leopoldina, em ato regencial ratificado pelo príncipe consorte. Sete de Setembro de 1822 foi apenas o marco inicial da guerra. A liberdade auri-esmeraldina só se consolidou no ano seguinte, aos Dois de Julho, quando se rendeu na Bahia a derradeira tropa lusitana, com destaque para o heroísmo de Maria Quitéria.

Perdoem-nos a álgebra e as tradicionais paradas militares: ocultar a riqueza de nossa história agrilhoa a população inculta.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

18 OUT
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: