Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020 | você está em »principal»Blogs»Coisas de Cinema
Publicado em 29/03/2019 às 14h23
Os espelhos nossos de cada dia


RODRIGO ROMERO

Ao ler 'O Ensaio Sobre a Cegueira', de José Saramago, a seguinte frase mexeu comigo: 'Ele notou que estava diante do espelho e se assustou - nada via, mas o espelho o enxergava'.

Antônio Abujamra dizia outra: 'Pensar é errar. O espelho reflete certo, pois não pensa'. Ao assistir 'Nós' (2019), o novo trabalho de Jordan Peele ('Corra!', 2017), o impacto foi tanto arrebatador, angustiante, nervoso ou até mesmo delirante.

Você não sairá da sala sem pelo menos refletir sobre o que acabou de ver. Na tela, a família Wilson vai à praia de Santa Cruz passar o fim de semana - pai (Gable, Winston Duke), mãe (Adelaide, Lupita Nyong'o), a filha mais velha (Zora, Shahadi Joseph) e o caçula (Jason, Evan Alex).

Um trauma de infância faz Adelaide ter calafrios quando chega ao local. Algumas coincidências se sucedem, peças parecem se fechar, enfim, o clima a ela não está bom ali. Até que durante a noite uma família se posta em frente à casa deles.

Quatro pessoas: pai, mãe e 2 filhos - imóveis, insensíveis, de certo modo muito estranhos. A partir daí a fita mergulha na insânia (loucura, demência?). 'Nós' tem tantas referências de clássicos do terror, e pistas, dicas de como a trama se desenrolará nos minutos seguintes que qualquer fã de cinema se deleita de forma absurda.

Desde 'O Homem que Ri' (1928), passando por 'Os Pássaros' (1963) e até mesmo 'Corra!', na qual parte da trilha sonora de 'Nós' está firme, nas mínimas nuances e sem cair nos achaques dos lugares-comuns.

Peele está mais lapidado e o seu trabalho tanto de diretor como de roteirista está umas 10 vezes melhor. E o que escrever sobre a atuação de Lupita? A atriz nos mostra toda a malignidade, frieza e desgosto de Red, o reflexo de Adelaide.

O longa aposta em toques de humor com mais parcimônia. Desta vez, J. Peele soube melhor equilibrar estes pontos e a fita, que estreou esta semana, é o horror psicológicos dos bons. Imperdível. Duração: 116 minutos. Cotação: ótimo.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

21 OUT
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
Coisas de Cinema

Rodrigo Romero é jornalista desde 2001. Passou por Diário de Jacareí, Diário de Mogi e assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Jacareí. Em 2008 foi para a TV Câmara Jacareí, onde até hoje atua como apresentador e repórter. Escreve há quase dez anos, semanalmente, a coluna 'Coisas de Cinema' no Diário de Jacareí.


E-mail do autor: rodrigoromeropl@ig.com.br
Arquivo
Publicidade
Publicidade
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Logos e Certificações: