Publicidade
Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 01/11/2019 às 16h41
O Dia do Funcionário Público


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

Na última segunda-feira (28/10), foi comemorado o Dia do Funcionário Público. A data coincide com o Dia de São Judas Tadeu, um dos santos de maior devoção do povo brasileiro, o padroeiro das causas impossíveis. Bem justo - muitos servidores fazem o possível para ajudar a desenvolver a sociedade.

Embora o feriado fosse apenas destinado aos titulares de cargo, muitos comarcanos observaram que a cidade ficou vazia e praticamente parada, em função da referida efeméride. Triste constatação, que remonta à instalação de nossa megera e madrasta República.

O escritor Laurentino Gomes, em sua obra 1889, trouxe à baila dado relevante: uma das críticas que a mocidade republicana da Escola do Exército na Praia Vermelha (incitada por seu proselitista professor Benjamin Constant) fazia ao Segundo Reinado era sobre o excesso de funcionários públicos. Havia 5,4 servidores para cada mil brasileiros.

Entretanto, como todo o mais no Brasil, o cabide de emprego evidentemente se agravou, e muito, após o fatídico XV de Novembro. De 5 em 1000 passamos para 12 funcionários públicos a cada 100 habitantes. 

Bom, isso em 2013, quando o livro foi publicado, pois notícia de 2018 aponta crescimento de 83% na quantidade de agentes públicos, nos últimos vinte anos. Ou seja, atualmente, na melhor das hipóteses, a cada cinco brasileiros pelo menos um tem seu carguinho financiado pelo contribuinte.

A situação extrapola nosso aprazível burgo. O mais recente editorial da Tribuna de Iguape revela que a principal fonte de renda da 'Princesa do Litoral' não é mais o turismo, suplantado pelos holerites de seus moradores no funcionalismo municipal, estadual e federal.

Malgrado o crescimento vertiginoso desse contingente profissional, boa parte dos serviços é terceirizada, como ocorreu na recente construção do nosso teatrão e da UPA Central.

Esses prédios custaram uma fábula. A sala de espetáculos apresenta vazamentos generalizados pelo teto e a farmácia do nosocômio necessitará entrar prematuramente em reforma. Uma lástima. Já que não colocam propriamente a mão na massa, os funcionários públicos do setor de engenharia municipal deveriam ao menos fiscalizar adequadamente a atividade dos alarifes (muito bem remunerada, diga-se de passagem). 

Publicidade
Comentários (1)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

Marcos Rodrigues   1 semana atrás
EXCELENTE TEXTO... SUGESTÃO FALAR SOBRE O ABSURDO DO AUXILIO-MORADIA...
14 NOV
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: