Publicidade
Sexta-feira, 30 de Outubro de 2020 | você está em »principal»Blogs»Coisas de Cinema
Publicado em 18/01/2019 às 15h15
Modo Cuarón


RODRIGO ROMERO

As câmeras parecem flutuar, em movimentos horizontais, numa sucessão de minis planos-sequência, da esquerda à direita, ou vice-versa. O preto e o branco da fotografia são um espetáculo à parte, a além da linguagem simbólica, cuja memória é infantil, de mostrar o cotidiano da família de classe média dos anos 70 no bairro Roma, que empresta o nome ao título da mais bela obra do cineasta Alfonso Cuarón.

Os aviões que permeiam a fita estão gravados na mente do mexicano, que não somente dirigiu, como também roteirizou, produziu e fotografou a película. Não há closes em 'Roma' (2018).

O espectador vê as cenas de longe, sem intimidades com aquelas pessoas, mas isso tem 2 exceções: Cleo, a empregada, e um dos filhos da patroa, o que representa Cuarón de calças curtas - é o que sempre diz que 'quando era velho' foi tal coisa e etc.

'Roma' soa como filme lento, arrastado, porém está distante disso. Os seus minutos refletem a falsa calma do dia a dia daquele país, pronto a sediar as manifestações violentas de estudantes contra o presidente.

A pior delas, ocorrida no feriado de Corpus Christi de 1971, foi filmada de forma brilhante por Cuarón. Tudo ali parece tão real, cru, e o sentimento fica mais apurado quando sabemos que os atores recebiam os blockeds no dia da filmagem.

A emoção, que poderia estar carregada e furtar do público o pouco de lágrima, está na medida certa. O cineasta usa a sétima arte como arma do bem em 'Roma'. Há várias referências a filmes seus, e as idas ao cinema dos personagens servem de válvula de escape. 'Mas o dia está lindo aqui fora', reclama uma delas ao namorado.

Cleo representa a provocação de Cuarón a Trump, e ainda a homenagem dele a sua babá da infância, Libo. 'Roma' com a certeza absoluta estará entre os indicados ao Oscar 2019. Duração: 135 minutos. Cotação: ótimo.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

30 OUT
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
Coisas de Cinema

Rodrigo Romero é jornalista desde 2001. Passou por Diário de Jacareí, Diário de Mogi e assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Jacareí. Em 2008 foi para a TV Câmara Jacareí, onde até hoje atua como apresentador e repórter. Escreve há quase dez anos, semanalmente, a coluna 'Coisas de Cinema' no Diário de Jacareí.


E-mail do autor: rodrigoromeropl@ig.com.br
Arquivo
Publicidade
Publicidade
11/10/2019
A Prefeitura de Jacareí anunciou a implantação de corredores de ônibus na cidade. Qual a sua opinião sobre o tema?
06/04/2019
Após 100 dias de trabalho, qual a sua avaliação sobre o governo de Jair Bolsonaro (PSL)?
  • 38.1%
  • 19.5%
  • 14.6%
  • 13.3%
  • 12.2%
  • 2.2%
Logos e Certificações: