Publicidade
Domingo, 23 de Setembro de 2018 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 06/07/2018 às 14h09
Jacareí do Século Passado


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

Está em cartaz, desde sexta-feira (6) até 31 de agosto, no Museu de Antropologia do Vale do Paraíba (MAV), a exposição Jacareí do Século Passado, com quadros a óleo do artista José Carlos Cruz.

Juntamente com mais de uma centena de munícipes, tive a honra de comparecer à cerimônia de abertura, ocorrida na noite da última quinta-feira (5), uma linda festa em homenagem ao dileto professor de pintura e música, ao som sertanejo de Fabinho.

Com elegante bengala e alva barba cofiada, somadas a suas consagradas elegância de talhe e agudeza de espírito, o sempre jovial pintor Cruz parecia um Ernest Hemingway a conceber obras-primas em seu retiro caribenho.

De fato, as obras expostas possuem notável técnica, além de valor inestimável para a memória da cidade, a mesclar ruas centrais, prédios históricos e paisagens bucólicas que retratam o cotidiano do homem rural.

O bom humor e a gentileza cristã (características marcantes de José Carlos) fazem-se presentes em pelo menos duas telas - A Ponte de Madeira e A Santa Ceia. Nelas o artista inseriu pitorescamente seu autorretrato.

A silhueta sombreada da estátua do corneteiro na Praça Conde Frontin, a imponência da fachada da Igreja do Bom Sucesso e a magnífica definição quase fotográfica do Largo do Rosário também encantam os visitantes.

Jacareí é seio ubertoso doutros grandes mestres da pintura. Sem desdouro deles, ninguém pinta um cavalo com a maestria de José Carlos Cruz, admirado e concorrido neste quesito até mesmo por especialistas americanos e canadenses.

Neste tocante, a tela sobre o tropel em direção ao antigo matadouro municipal serve-nos de inspiração para propor que o acervo equino do pintor seja exposto com mais vigor, em próximo evento.

O artista nonagenário de múltiplos talentos é incansável. Desta feita, reinventa-se com esculturas de dinossauros e dragões em papel marché, expostas em galeria de arte na Avenida Siqueira Campos, que encantam a criançada.

Sortudo mesmo foi o Cepinho, discípulo e colaborador, mimoseado pelo mestre com o quadro da Rua Antônio Afonso, que lhe evoca lembranças da tenra idade. A exposição de quadros do admirável pai das belas-artes afonsinas é passeio cultural indispensável.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

23 SET
Publicidade
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
30/08/2018
Você pretende votar em um candidato de Jacareí­ a deputado nessas eleições?
08/04/2017
A Prefeitura voltou a permitir o estacionamento rotativo pago, das 9h às 16h, na rua Barão de Jacareí. Vc concorda com a medida?
  • 46.1%
  • 40.7%
  • 7%
  • 6.2%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: