Sábado, 15 de Dezembro de 2018 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 30/11/2018 às 15h44
Carecas de Charme


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

O concurso de miss e mister da melhor idade de 2018 agitou Jacareí. Perdeu quem não foi. Desventura de pouca gente, pois a plateia estava lotada, quase toda a cidade fez-se presente.

Após a coleta dos votos pela competentíssima equipe trajada de negro da Secretaria Municipal de Assistência Social, transcorreu o show do intervalo, enquanto as notas eram computadas pela central do evento.

A primeira artista a se apresentar foi Margarida Reis, cantora lírica e seresteira. Ela trinou sua célebre 'pièce de résistence' Fascinação, linda versão que deixa a de Elis Regina no chinelo.

Em seguida, vieram ao proscênio o grupo de dança do ventre da melhor idade da Casa Viva Vida. As senhoras componentes mesclaram de espiritualidade o envolvente charme feminino.

A Casa Viva Vida levou também aos holofotes um animado número de dança cigana, que levantou a audiência e fez até os jurados dançarem, à luz azul do tamborim de neon empunhado pelo bigodudo comandante romeno.

Chegado o grande momento da revelação do resultado, o suspense tomou conta do ambiente e a emoção temperou a narração do experiente apresentador José Carlos Guedes.

Os anúncios sucederam-se em ordem crescente de faixa etária, sempre com as categorias das damas primeiramente. Os vencedores do ano passado ascenderam ao tablado para a transmissão das faixas e coroas.

A classificação final em nada surpreendeu os especialistas. Malgrado a fortíssima concorrência, os vencedores do certame rutilavam inegável beleza e aura evidentemente mais jovial que a idade estampada na frieza dos documentos oficiais.

Em homenagem ao garbo de todos os participantes, descabe aqui destacar o nome dos medalhistas de bronze, prata e até mesmo dos reis e rainhas da melhor idade. O importante é analisar o resultado e extrair conclusões.

As misses descortinaram o caleidoscópico galarim feminino. 

Da rainha negra sexagenária sobressaía um tipo físico mais brasileiro, enquanto a alabastrina e delgada premiada da faixa etária seguinte traduzia os anseios mais aristocráticos.

Já entre os homens, coincidiu-se na máxima preferência nacional pelos varões calvos. A estampa dos campeões harmonizava Salomão Ayala com Paulo Zulu. A beleza masculina não é capilar, mas abdominal.

Publicidade
Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

15 DEZ
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
08/10/2018
Qual a sua opinião sobre a mudança do Poupatempo para a região central de Jacareí
30/08/2018
Você pretende votar em um candidato de Jacareí­ a deputado nessas eleições?
  • 48.2%
  • 42.1%
  • 9.7%
Publicidade
Publicidade
Logos e Certificações: