Publicidade
Segunda-feira, 17 de Maio de 2021 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 24/04/2020 às 16h02
A Eterna Crise Republicana


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

O perfil brasileiro médio é de pouco estudo e incorrigível otimismo. Prefere presumir a boa-fé do professorado militante a abrir bons livros e pesquisar com mais profundidade as raízes de nossa realidade.

Vivemos a interminável prisão da grade obrigatória de base uniforme curricular governamental, que, em vez de apresentar como resultado verdadeiro aprendizado, mais atende aos projetos ideológicos dos posseiros do poder político.

Assim, aprendemos e tomamos como verdade abominações históricas e falácias fáticas ilógicas, tais quais a sustentação escravagista do Império Brasileiro e a proclamação da República como onda de modernização e aprimoramento das instituições democráticas.

Passados quase 131 anos, não se encontra quem diga de boca cheia que a República deu certo no Brasil. Tentou-se de tudo: regimes militares, ditaduras civis e militares, conchavos estaduais, guerras civis, seis Constituições, Nova República, parlamentarismo, etc. Nada funcionou.

O povo costuma dizer que não confia nos políticos, mas continua carente de um salvador da Pátria. Basta surgir no horizonte uma pálida nesga de honestidade ou cumprimento dalgum dever legal para seu autor eriçar os ânimos sebastianistas nacionais.

A opinião pública repudia autoridades, troça das instituições e descrê da moralidade administrativa, mas teme trocar a notoriamente falida República pela experiência de sucesso e desenvolvimento nacional da Monarquia, que é nossa genuína e fundante vocação soterrada. 

Com isso, reduzimos o conceito de legitimidade democrática a contraditoriamente obrigar o cidadão ao sufrágio, consubstanciado em votos expelidos por urnas eletrônicas duvidosamente programadas pelos próprios ratos que vigiam o paiol.

Chegamos ao cúmulo em que o preponderante partidarismo dividiu a Nação. Em vez de nos irmanarmos em patriotismo para enfrentamento das crises e períodos dificultosos, assistimos impassíveis à disputa tacanha do curul entre despreparados e malfeitores chafurdar definitivamente este d'antanho exceler País num invejoso terceiro-mundismo material e espiritual, e ainda financiamos isso.

Nossos protagonistas republicanos só pensam nas próximas eleições, não nas próximas gerações. Longe de serem próceres como os estadistas d'outrora, são pinçados como viáveis a partir do anonimato e mostram-se despreparados desde os bancos escolares a reconduzir a nau brasileira ao descobrimento de seu glorioso destino reservado pela Divina Providência.

Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

17 MAI
Publicidade
Notícias
facebook
Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
Publicidade
Publicidade
14/01/2021
Santos e Palmeiras disputam a final da Taça Libertadores no dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. Na sua opinião, qual dos dois será o campeão?

Nenhuma enquete encontrada!

Logos e Certificações: