Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017 | você está em »principal»Blogs»O Quinto Poder
Publicado em 21/04/2017 às 11h14
Ladrão de Livros


JOSÉ LUIZ BEDNARSKI

Atenas é conhecida mundialmente como Jacareí Helênica, berço da cultura e do saber, cama ‘king size’ da literatura e beliche dos ladrõezinhos de livros, o que passo a explicar.

Há muito tempo sabemos que a Cruz Vermelha afonsina não se limita mais a salvar vidas com remédios, insumos e amparo telefônico. Ela também enriquece a alma do vivente, oferecendo armação de óculos, cursos profissionalizantes e sessões de psicoterapia para a comunidade.

O que é ótimo sempre se supera, e a isso se confere o conceito de excelência. Desta feita, a exceler Cruz Vermelha implantou um projeto de troca espontânea de livros ao ar livre. Uma simpática caixa de madeira foi instalada no poste particular que sustenta o letreiro da entidade.

A caixa foi pintada toda de branco, salvante o telhado encarnado e estampas coloridas indicando a proposta ‘deixe um, leve outro’. A estrutura é obra de um marceneiro voluntário. Dotadas de delicados trincos galvanizados, uma portinhola abre por fora; a outra, a da direita, por dentro.

O interior da caixa guarda cintilantes tesouros, uma copiosa biblioteca de variados estilos. A obra lida e guardada morre. Já a troca consolida a beleza, profunda inspiração provinda do consagrado clássico moderno A Morte de Virgílio, do laureado escritor austríaco Hermann Broch (Editora Benvirá, página 256): ‘Imortalizando-se e continuando imortal, a obra de arte converte-se em conhecimento da verdade’.

Entretanto, o projeto que o vice-presidente Ivan importou de diferentes pontos do orbe - Canadá e os pontos de ônibus de Bom Jesus dos Perdões – sofre com a subtração pelos contumazes amigos do alheio, para desgosto da vizinha Professora Esther, que já se colocou à disposição para ressuscitar antigos métodos pedagogo-disciplinares (genuflexão no milho e palmatória) para expiar quem for surpreendido em flagrante delito.

Quem será essa farinha que não serve para fazer hóstia? Logo saberemos, pois o criminoso sempre volta ao local do crime, reza o prolóquio. Enquanto o obstinado Ivan tem uma suspeita, eu nutro outra. Pistas foram deixadas pelo furtador. Com os ensinamentos sorvidos dos livros de Agatha Christie, oferecidos na caixa, desvendaremos muito em breve esse intrigante mistério.

Publicidade
Compartilhe

Comentários (0)

ATENÇÃO!

Os comentários publicados neste espaço são de responsabilidade de seus autores e não expressam
necessariamente a opinião do Diário de Jacareí


Por favor, faça o login antes de comentar

20 OUT
Publicidade
Notícias

Artigos
Perfil do Blog
O Quinto Poder

Coluna assinada pelo Promotor de Justiça da Cidadania, José Luiz Bednarski. Uma abordagem apartidária, com discussão aberta dos assuntos de interesse geral; o amadurecimento paulatino da cidadania, a força da população em diálogo com órgãos independentes representativos, como MP, Defensoria Pública e outras instituições criadas ou fortalecidas a partir daConstituição de 1988.


E-mail do autor: joseluizbednarski@gmail.com
Arquivo
08/04/2017
A Prefeitura voltou a permitir o estacionamento rotativo pago, das 9h às 16h, na rua Barão de Jacareí. Vc concorda com a medida?
  • 46.1%
  • 40.7%
  • 7%
  • 6.2%
06/02/2017
Qual a sua opinião sobre a qualidade do serviços prestados pelo SAAE em Jacareí?
  • 34.1%
  • 31.9%
  • 24.1%
  • 9.9%
Logos e Certificações: